"Em Osorno, o Papa fará mais do que nomear um bispo: é uma diocese bem abalada"

Revista ihu on-line

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Nietzsche. Da moral de rebanho à reconstrução genealógica do pensar

Edição: 529

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Mais Lidos

  • A esquerda brasileira em tempo de derrotas: balanços e sentenças

    LER MAIS
  • “O poder do mercado é abuso de poder”. Entrevista com Joseph Stiglitz

    LER MAIS
  • Referência no exterior, Brasil não faz dever de casa na área ambiental 16 de novembro de 2018

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Abril 2018

De Roma, o padre e advogado Marcelo Gidi garante que o Sumo Pontífice fará uma mudança na hierarquia da Igreja chilena com vistas a “renovar um pouco o ambiente”.

A entrevista é de Dierk Gotschlich, publicada por El Mercurio, 14-04-2018. A tradução é de André Langer.

Morando em Roma, o padre jesuíta Marcelo Gidi diz que ali não se percebe a tensão que “provavelmente se sente no Chile”. No entanto, apesar da distância, o advogado da Universidade do Chile e doutor em Direito Canônico tem medianamente claro o que poderá acontecer com a cúpula eclesiástica nacional: “Haverá as mudanças que alguns bispos estavam esperando, mas (o Papa) também fará as nomeações apropriadas para melhorar a situação da Igreja chilena, com vistas a renovar um pouco o clima por lá”, disse o também professor da Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma.

Eis a entrevista.

Essa renovação será uma mudança profunda?

Sim, são as nomeações mais importantes que estiveram na base do problema que ele [o Papa] encontrou e que consegue compreender melhor agora, mas não antes. Portanto, pode haver mudanças principalmente na hierarquia, de pessoas que estão no governo da Igreja, e isso pode ajudar. É possível prever que em Osorno fará algo mais do que apenas nomear um novo bispo: é uma diocese que está bem abalada. Por isso, caso queira reformar e, eventualmente, remover dom Barros, não vai nomear apenas um novo bispo, mas terá em vista um maior cuidado e proximidade.

Poderia haver uma punição extraeclesiástica em relação ao bispo Barros?

É preciso ver com base em quais informações o Papa vai tomar a decisão. Ele disse que na carta que recebeu (N. da R.: o relatório do arcebispo Charles J. Scicluna) há pontos de vista pastorais e jurídicos. Em relação à pergunta se do ponto de vista jurídico há elementos que para a Igreja são não apenas um erro, mas uma falta, um crime, a Igreja tem os meios para punir qualquer tipo de pessoa que se tenha envolvido nessa situação, que não é a situação exclusivamente de Barros. Há tantas situações às quais o Papa faz referência.

Como você acredita que os bispos vão encarar essas mudanças?

Bem, pelo que eu li daqui, estão bem disponíveis. Tenhamos presente que entre o dito e o fato há uma pequena distância. Eu espero que essa boa disposição realmente os ajude a se sentirem bons pastores e não perseguidos por tantas situações que, direta ou indiretamente, os afetaram em seu governo pastoral. São pessoas boas e todos se viram afetados por situações nas quais nem todos participaram.

Segundo Gidi, as mudanças que a Igreja chilena sofrerá não servirão para nada se não houver a colaboração de todos os seus membros.

“O mais importante é o apoio da sociedade chilena, dos fiéis católicos, mas também do episcopado. Eles precisam se sentir responsáveis por fazer uma reestruturação e isso representa uma mudança de mentalidade e de estilo”, conclui.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

"Em Osorno, o Papa fará mais do que nomear um bispo: é uma diocese bem abalada" - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV