Caso Juan Barros. Scicluna irá a Nova York para conversar com Juan Carlos Cruz

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Nice, consternação no Vaticano com a bofetada à fraternidade humana

    LER MAIS
  • Naturalizamos o horror? Artigo de Maria Rita Kehl

    LER MAIS
  • Católicas, sim, pelo Direito de Decidir!

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Fevereiro 2018

Charles Scicluna, encarregado pelo Papa Francisco para investigar o possível encobrimento dos abusos de Fernando Karadima por Juan Barros, conversará pessoalmente com Juan Carlos Cruz, uma das vítimas e acusadores do bispo de Osorno.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 07-02-2018. A tradução é de André Langer.

O religioso, especialista do Vaticano em crimes sexuais, irá a Nova York para se encontrar com o jornalista, de acordo com a agência Associated Press.

Anteriormente, o próprio Cruz informou que declararia via Skype dos Estados Unidos. No entanto, Scicluna pediu na terça-feira para fazer o procedimento pessoalmente.

Charles Scicluna foi designado pelo Papa Francisco para investigar as acusações contra Barros, depois que ele próprio defendera o bispo de Osorno, dizendo que não havia provas contra ele e que tudo não passava de calúnias. Após tomar conhecimento de novas informações, Bergoglio encomendou uma investigação.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Caso Juan Barros. Scicluna irá a Nova York para conversar com Juan Carlos Cruz - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV