Chile: Papa encontrou-se com vítimas de abusos sexuais por membros do clero

Revista ihu on-line

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Ore Ywy – A necessidade de construir uma outra relação com a nossa terra

Edição: 527

Leia mais

Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

Edição: 526

Leia mais

China, nova potência mundial – Contradições e lógicas que vêm transformando o país

Edição: 528

Leia mais

Ore Ywy – A necessidade de construir uma outra relação com a nossa terra

Edição: 527

Leia mais

Sistema público e universal de saúde – Aos 30 anos, o desafio de combater o desmonte do SUS

Edição: 526

Leia mais

Mais Lidos

  • "Pela Democracia, pelo Brasil". Manifesto contra candidatura de Jair Bolsonaro

    LER MAIS
  • Teólogos e pastores reagem a apoio evangélico a Bolsonaro

    LER MAIS
  • Apelo de Francisco: ''Que o Senhor nos ajude a reconhecer a tempo as sementes de ideologias totalitárias"

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

17 Janeiro 2018

O Papa Francisco encontrou-se esta terça-feira com vítimas de abusos sexuais por membros do clero na Nunciatura Apostólica em Santiago do Chile, “escutou-os, rezou e chorou com eles”, disse o porta-voz do Vaticano aos jornalistas.

A informação é publicada por Ecclesia, 16-01-2018.

“O Santo Padre reuniu-se na Nunciatura Apostólica de Santiago do Chile, após o almoço, com um pequeno grupo de vítimas de abusos sexuais por parte de sacerdotes. O encontro decorreu de forma estritamente privada e não havia mais ninguém presente: apenas o Papa e as vítimas. Deste modo, puderam contar os seus sofrimentos ao Papa Francisco, que os escutou, rezou e chorou com eles”, disse Greg Burke, citado pela Rádio Renascença.

No primeiro dia de encontros e discursos do Papa no Chile, Francisco referiu-se duas vezes aos casos de abusos por parte de membro do clero, expressando a sua “vergonha” e sugerindo a “valentia de pedir perdão” pelo mal e sofrimento causado sobre as vitimas e suas famílias.

“Não posso deixar de manifestar a dor e a vergonha que sinto pelo dano irreparável causado às crianças por ministros da Igreja. Quero unir-me aos meus irmãos no episcopado, porque é justo pedir perdão e apoiar com todas as forças as vítimas, ao mesmo tempo que nos empenhamos para que não se torne a repetir”, afirmou no primeiro discurso em solo chileno, no Palácio da Moneda, diante das autoridades, sociedade civil e corpo diplomático.

Depois, no encontro com sacerdotes, religiosos, religiosas e seminaristas, na Catedral de Santiago, o Papa disse conhecer a “dor que que provocaram os casos de abusos sobre menores de idade” e a “dor pelo dano e sofrimento das vítimas e suas famílias, que viram traída a confiança que tinham colocado nos ministros da Igreja”.

“Convido-vos a que peçamos a Deus que nos dê a lucidez de chamar a realidade pelo seu nome, a valentia de pedir perdão e a capacidade de aprender a escutar o que Ele nos está a dizer e a não permanecer na desolação”, acrescentou o Papa.

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile: Papa encontrou-se com vítimas de abusos sexuais por membros do clero - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV