Declaração da coletiva de imprensa de James Hamilton, Juan Carlos Cruz e José Andrés Murillo

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco ataca o 'desejo de poder', a 'rigidez disciplinar' e a 'deslealdade' nas associações de fiéis, dos movimentos eclesiais e das novas comunidades

    LER MAIS
  • O que significa ser padre hoje? Artigo de Timothy Radcliffe

    LER MAIS
  • Paulo Freire. Cem anos de solidão pedagógica?

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


03 Mai 2018

As vítimas encontraram-se com o Papa entre os dias 27 e 30 de abril e, ao final desses dias, esperam que “o Papa transforme em ações exemplares e exemplificadoras as suas carinhosas palavras de perdão”.

A declaração é publicada por Il Sismografo, 02-05-2018. A tradução é de André Langer.

Eis o texto da declaração.

Depois de passar quase uma semana na Residência Santa Marta, compartilhando com o Papa Francisco, gostaríamos de dizer o seguinte:

Durante quase 10 anos fomos tratados como inimigos porque lutamos contra os abusos sexuais e o acobertamento na Igreja. Nestes dias, conhecemos um rosto amigo da Igreja, totalmente diferente daquele que conhecíamos antes.

O Papa nos pediu formalmente perdão em seu nome e em nome da Igreja universal. Reconhecemos e agradecemos por este gesto e pela enorme hospitalidade e generosidade destes dias. Agradecemos também ao padre Jordi Bertomeu que, a pedido do Papa, nos acompanhou e soube transformar esta estadia em algo construtivo.

Não depende de nós fazer as necessárias mudanças na Igreja para deter a epidemia de abusos sexuais e o acobertamento.

Esperamos que o Papa transforme em ações exemplares e exemplificadoras suas carinhosas palavras de perdão. Caso contrário, tudo isso será letra morta.

Finalmente, gostaríamos de repetir que decidimos aceitar este convite em nome de milhares de pessoas que foram vítimas de abusos sexuais e do acobertamento da Igreja Católica. Eles deram o sentido à nossa visita.

Juan Carlos Cruz

James Hamilton

José Andrés Murillo

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Declaração da coletiva de imprensa de James Hamilton, Juan Carlos Cruz e José Andrés Murillo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV