Chile. Papa aceita a renúncia de um segundo bispo de Karadima

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • O Papa aos Núncios (e ao ex, Viganò): “Não se pode ser um representante pontifício e criticar o Papa às suas costas”

    LER MAIS
  • Por um novo modelo de presbíteros para as comunidades

    LER MAIS
  • “Deus destruirá as barreiras e substituirá a arrogância de uns poucos pela solidariedade de muitos”. Mensagem do Papa Francisco para a Jornada Mundial dos Pobres

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

29 Junho 2018

O Papa Francisco aceitou nesta quinta-feira, 28, a renúncia do bispo de Talca, no Chile, Dom Horácio del Carmen Valenzuela Abarca, e nomeou Dom Galo Fernández Villaseca, bispo auxiliar de Santiago do Chile, como administrador apostólico sede vacante et ad nutum Sanctae Sedis da diocese.

A reportagem é de Il Sismografo, 28-06-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Dom Valenzuela Abarca pertence ao chamado “grupo de Karadima”, ou seja, aos quatro bispos que foram formados na Pia União Sacerdotal do famigerado Fernando Karadima condenado pela Santa Sé por crimes graves. A primeira renúncia aceita dos membros desse grupo foi a de Juan Barros.

Também nesses dois casos dessa quinta-feira, assim como em dois dos três anteriores, o papa nomeou no lugar do prelado renunciante um bispo auxiliar de Santiago. A arquidiocese, portanto, se despediu de quatro dos seus sete bispos auxiliares, que, mais cedo ou mais tarde, terão que ser substituídos.

Por enquanto, o papa aceitou cinco renúncias, mas criou apenas um bispo. Nos outros quatro casos, trata-se de transferências.

O caso da renúncia dos bispos próximos a Karadima, primeiro Barros e agora Valenzuela, não diz respeito ao bispo de Rancagua, Dom Alejandro Goic, do qual o papa aceitou a renúncia nessa quinta-feira – apresentada há alguns anos – porque já tem uma idade próxima dos 78 anos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Chile. Papa aceita a renúncia de um segundo bispo de Karadima - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV