De Olho no Vale (318)

Confira as notícias referentes à região do Vale do Rio do Sinos.

O Índice de desenvolvimento da educação básica - IDEB de 2015 não ultrapassou a meta proposta em 6 municípios para o 5° ano e em 12 para o 9° ano do ensino fundamental no Vale do Sinos. Recentemente, as escolas foram espaço de ocupação de estudantes que reivindicaram o repasse em dia das verbas de autonomia das escolas, assim como a defesa do ensino público de qualidade. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto…
Mulheres continuam sendo maioria na população total e, entre a população com mais de 60 anos, já representam 57,71%. A pirâmide etária da região também aponta que, de 2001 a 2015, a população com mais de 60 anos passou de 7,92% para 12,62% na região do Vale do Sinos. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados de estimativas populacionais dos municípios do Vale do Sinos disponibilizados pela Fundação…
As estimativas populacionais de 2016, divulgadas pelo IBGE, apontam que o aumento populacional de 6,52% ocorrido nos últimos 6 anos no Vale do Sinos é maior que o ocorrido no estado, mas menor que o do país. Nova Santa Rita e Ivoti registram os maiores aumentos, enquanto Esteio e Novo Hamburgo pouco crescem. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e…
De 2010 a 2014, 14,90% dos óbitos de adolescentes no Vale do Sinos decorreram de acidentes de transporte. Afogamento e submersões acidentais foram responsáveis por 6,21% dos óbitos ao longo do período, enquanto lesões autoprovocadas voluntariamente corresponderam a 3,45% e a leucemia a 3,17%. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Sistema de Informações sobre Mortalidade – SIM do Ministério da Saúde – MS para…
1.915 postos de emprego formais reduzidos em julho de 2016. Esta redução resulta em um acumulado negativo no ano: 934 postos em 2016. Nos últimos 12 meses, já se somam 13.963 postos a menos. Em julho, o subsetor da construção civil apresentou a maior redução dentre os 25 subsetores: 744 postos. Construção civil lidera redução de postos de emprego formais em julho   O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos –…
Homem branco, de 40 a 59 anos, com ensino médio completo e casado: este é o perfil da maioria dos candidatos do Vale do Sinos nas eleições legislativas de 2016; 67,59% são do sexo masculino, sendo que a inserção de jovens fica em apenas 7,32% na região, mesmo esta faixa representando quase 24% do eleitorado. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Tribunal Superior Eleitoral…
34,31% dos trabalhadores do mercado formal do Vale do Sinos possuem de 15 a 29 anos. No entanto, a participação destes trabalhadores tem caído na região; ainda assim, em subsetores como o comércio varejista e madeira e mobiliário, os trabalhadores jovens são quase maioria. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS e do Cadastro Geral de Empregados e…
Comprometido com levantamento, sistematização e análise dos indicadores socioeconômicos do Vale do Rio do Sinos, o Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, apresenta informações do eleitorado da região por sexo, faixa etária, grau de instrução e a situação do título de eleitor dos votantes da região. Entende-se que esses dados podem subsidiar os processos de formação e participação política na vida cotidiana, assim como nos processos eleitorais, que em…
A participação dos setores da indústria de transformação e da construção civil cresceu nos últimos meses com o aumento de postos de emprego nesses setores. Em junho de 2016, os dois setores apresentaram juntos aumento de 416 postos de emprego formais no Vale do Sinos frente à redução de 355 postos nos outros 6 setores. Nesses dois setores, ocorre a maior parte dos acidentes de trabalho da região. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa…
O consumo geral de energia elétrica no Vale do Sinos aumentou 17,49% nos últimos 10 anos. Já o consumo residencial aumentou 45,16%. Apesar de o consumo industrial representar 40,63% do consumo da região, ele tem caído nos últimos anos em termos absolutos e percentuais. Esta realidade impõe possibilidades e limites para o desenvolvimento local e regional. Analisar e apontar perspectivas se constitui ação indispensável aos cidadãos, lideranças governamentais, empresariais e da sociedade civil. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio…