De Olho na Metrópole (205)

Confira as notícias referentes à Região Metropolitana de Porto Alegre.

Como os dados apontam, durante a pandemia do novo coronavírus, houve uma queda no número de alunos jovens de 55,8 mil do primeiro trimestre de 2020 para o mesmo período de 2021 na Região Metropolitana de Porto Alegre. Para além da evasão escolar, é importante também atentar-se para os jovens em situação de desalento, ou seja, aqueles que desistiram de procurar trabalho. O aumento foi de 89,4% durante a pandemia, saindo de 9,6 mil para 18,2 mil, representando 38,9% dos desalentados. Eis o artigo completo.…
Com a queda da renda do trabalho da população mais pobre, cresceu o número de domicílios que vivem com um quarto de salário mínimo. Antes da pandemia, a Região Metropolitana de Porto Alegre possuía 21% dos domicílios que viviam com renda per capita do trabalho inferior a R$ 275. No primeiro trimestre de 2021, o número subiu para 27,4%. Enquanto isso, houve 455.535 desligamentos no Auxílio Emergencial da primeira etapa de 2020 para a etapa de 2021. Leia o artigo completo. A Região Metropolitana de Porto…
Antes da pandemia estávamos no sexto ano consecutivo de política de austeridade fiscal em nível nacional. Neste aspecto, as políticas foram bem sucedidas, pois atingiram os velados objetivos distributivos, ainda que, do ponto de vista da dinâmica econômica, o fracasso é inegável. O novo coronavírus encontrou um cenário de estagnação, com pouca variação no nível de emprego, ampliação das desigualdades e da pobreza, diminuição de investimentos públicos e privados e redução de salários e de direitos. Após um ano e quatro meses de pandemia, é possível fazer uma análise mais minuciosa…
Pode-se observar uma queda nos números de alunos matriculados na Região Metropolitana de Porto Alegre, totalizando 24,3 mil a menos de 2019 para 2020. Isso pode apontar para o crescente desinteresse por parte dos jovens em estudar, assim como resultado das dificuldades de acesso ao ensino devido às desigualdades sociais presentes na sociedade brasileira, que se evidenciaram com a pandemia da Covid-19 na realidade da população. Os dados fazem parte do estudo “Mundo do trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre” desenvolvido pelo Observatório do Vale…
Para potencializar as análises das realidades, seus avanços ou recuos, tornam-se fundamentais as problematizações. A informação é que permite à população acompanhar o desempenho de importantes números. Um dos objetivos do ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, é auxiliar no acesso aos dados e questões relevantes. A publicação analisa o percentual da população idosa vacinada na Região Metropolitana de Porto Alegre até a última terça-feira (08). Eis o artigo. Idosos vacinados contra Covid-19 O Rio Grande do Sul reúne a segunda maior taxa de idosos…
O número de desligamentos de trabalhadores por morte na Região Metropolitana de Porto Alegre cresceu 358%, passando de 114 para 523, quando comparado com março de 2020 e o mesmo período deste ano, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED, do Ministério da Economia. Eis o artigo.  O CAGED coleta mensalmente informações sobre contratos formais de emprego no Brasil, inclusive o motivo do encerramento do contrato de trabalho. O desligamento de trabalhadores por morte é um deles. Entretanto, não é possível…
O trabalho doméstico registrou queda de 9,2% entre o primeiro trimestre e o último trimestre de 2020 na Região Metropolitana de Porto Alegre. Em ternos absolutos, passou de 112,7 mil para 102,3 mil trabalhadores domésticos. Apesar dos duros avanços conquistados para maior formalidade, 67,4% ainda estavam na informalidade, de acordo com os últimos dados. Nota-se também uma migração do formal para o informal, ao mesmo tempo em que a escolaridade dos trabalhadores domésticos também aumenta. Eis o artigo. Muitos consideram o trabalho doméstico como a “economia…
Após um ano de combate à pandemia do coronavírus, o setor da saúde, responsável por encarar de frente os casos graves da doença, passou por mudanças e adaptações, recebendo em geral maior atenção e investimento dos governos e da sociedade. Tais mudanças podem ser melhor vistas pelas variações dos números de respiradores, profissionais e leitos à disposição para enfrentar essa crise. A análise das ondas da pandemia desde fevereiro de 2020 até o momento atual é fundamental para o monitoramento e controle social da política e do…
Desde 2012, quando a pesquisa sobre desalentados começou a ser realizada, as mulheres sempre foram a maioria na Região Metropolitana de Porto Alegre. Esta realidade, no primeiro ano da pandemia, ganhou números ainda maiores, já houve um crescimento de 170,1% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, neste mesmo ano, o aumento foi de 75,8% para os homens. O desalentado é uma categoria definida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, que encontra-se na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD. Para…
A partir dos dados de 2020, pode-se observar uma queda no números de alunos matriculados na Região Metropolitana de Porto Alegre, totalizando 24,3 mil a menos em um ano. Isso pode apontar para o crescente desinteresse por parte dos jovens em estudar, assim como para as dificuldades de acesso ao ensino devido às desigualdades sociais presentes na sociedade brasileira, e para o impacto da pandemia da Covid-19 na vida e na realidade da população. Com a pandemia de Covid-19, a sociedade tem sido colocada em…