De Olho no Vale (303)

Confira as notícias referentes à região do Vale do Rio do Sinos.

O terceiro trimestre de 2018 apresentou resultado negativo entre admissões e desligamentos no Vale do Sinos.  O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rios dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, acessou a base de dados disponibilizada pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED, em busca das movimentações do mercado de trabalho da região no terceiro trimestre deste ano. Foram contratados 33.325 trabalhadores na região, ao passo que 34.129 foram desligados de seus respectivos postos de…
Durante o período de 2016 e 2017 o Vale do Sinos teve aumento no número de trabalhadores formais com 65 anos ou mais. Esta foi a única faixa etária dentre as pesquisadas que não apresentou queda em nenhum dos catorze municípios da região. Além disso, os contratados desta faixa tiveram o maior crescimento registrado para o período em comparação com os demais. O número de trabalhadores com 65 anos ou mais em 2016 era de 3607 e subiu para 4019 em 2017 (aumento de 11,42%) em…
No último domingo, os brasileiros foram às urnas para eleger o novo presidente, governador, deputados e senadores. O Vale do Sinos ajudou a levar ao segundo turno Eduardo Leite (PSDB) e José Ivo Sartori (MDB), assim como Jair Bolsonaro (PSL), e eleger Luiz Carlos Heinze (PP) e Paulo Paim (PT). Fernando Haddad (PT), que também estará no segundo turno disputando para presidente, não venceu em nenhum município do Vale do Sinos. O Observatório das realidades e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos…
O ensino fundamental incompleto é ainda o corte de grau de instrução que possui o maior número de eleitores e se torna uma característica comum entre os municípios do Vale do Sinos. Apesar da maior escolaridade do eleitorado da região nos últimos anos, o Vale do Sinos possui 48,53% do eleitorado com ensino fundamental incompleto. O Observatório das realidades e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, traçou o perfil do eleitorado que irá…
A análise do saldo de empregos formais entre junho de 2017 e julho de 2018 não aponta para uma recuperação dos níveis de ocupação. Observa-se que, a partir da aprovação da reforma trabalhista, no mês de novembro de 2017, o saldo de empregos formais volta a diminuir. O Observatório das realidades e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, analisou a movimentação do mercado de trabalho antes e depois da reforma trabalhista no Vale…
Os homicídios aumentaram 60,6% nos últimos 20 anos no Brasil. No Rio Grande do Sul o número aumentou em 117,6% nesse mesmo período. O Vale do Sinos, na contramão do Brasil e do estado do Rio Grande do Sul, diminuiu o número de homicídios em 5,1%. A diminuição dos casos na região não foi suficiente para reduzir a participação dos jovens nos homicídios, que aumentaram a partir de 2013. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos,…
O Observatório de Segurança Pública de Canoas (OSPC) foi constituído por sociólogos e geógrafos com um perfil aplicado à prática e às ferramentas de inteligência (como os softwares de análises estatísticas e de georreferenciamento, além das inovadoras técnicas de pesquisa).  É uma ferramenta estratégica inovadora que auxilia o trabalho dos gestores públicos da área de segurança da cidade de Canoas. Serve como base para o planejamento de políticas públicas e estratégias de enfrentamento da violência urbana, possibilitando à administração pública uma gestão mais inteligente dos recursos…
O desabamento do edifício Wilton Paes de Almeida, na cidade de São Paulo, escancarou a realidade do déficit habitacional no Brasil. Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE mostram que só na capital paulista há um déficit habitacional de 358 mil moradias, ou seja, aproximadamente 1,2 milhão de pessoas vivem de forma precária na cidade de São Paulo. No Brasil, mais de seis milhões de famílias ou 20 milhões de pessoas precisam de moradia. O Observatório da realidade e das políticas…
O mercado formal de trabalho na Região do Vale do Rio dos Sinos registrou criação de postos de trabalho no mês de fevereiro, com saldo de 1.680 postos criados. No mês de janeiro foram criados 1.765 postos de trabalho, ou seja, o mercado de trabalho se manteve estável no Vale do Sinos. Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE, e são divulgados através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged.O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale…
O Rio Grande do Sul registrou, ao longo de 2017, 62.974 casos de violência contra as mulheres. O número de casos registrados é 14,5% menor, quando comparado com o ano de 2012, início da série histórica registrada pela Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul. O Vale do Sinos foi responsável por 12,1% dos casos de violência contra as mulheres do estado no ano de 2017. O número de casos na região é 23,6% menor do que o registrado no ano de 2012.  Infográfico: Evolução da violência…