Educação (16)

O abandono escolar, a falta de professores e as taxas de reprovação, são alguns dos fatores que interferem na formação educacional. A temática “alternativas de enfrentamento da defasagem idade-série na região do Vale dos Sinos”, foi o objeto de estudo da doutoranda Tatiane Martins, que resultou em um debate promovido no dia 13 de setembro, quarta-feira, na Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos. A discussão que teve como compromisso contribuir para a resolução de problemas sociais e fomentar o debate acadêmico, contou…
O Índice de desenvolvimento da educação básica - IDEB de 2015 não ultrapassou a meta proposta em 6 municípios para o 5° ano e em 12 para o 9° ano do ensino fundamental no Vale do Sinos. Recentemente, as escolas foram espaço de ocupação de estudantes que reivindicaram o repasse em dia das verbas de autonomia das escolas, assim como a defesa do ensino público de qualidade. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto…
De acordo com dados da Prova Brasil 2011, 55% dos professores de 5° e 9° anos atuam 40 horas-aula ou mais semanalmente na região do Vale do Sinos; destes, 14% atuam mais de 40 horas-aulas semanais. O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os microdados disponíveis para a Prova Brasil 2011 através do sítio do Ministério da Educação – MEC para traçar o perfil dos professores do Vale…
A ambientalização e a sustentabilidade: subsídios e compromissos com práticas socioambientais estão inseridas nas metas de qualidade de educação, uma vez que se alerta para a qualidade da formação básica do sujeito quanto à consciência ambiental. Discutir esse tema no meio acadêmico é essencial para a construção de um sujeito quanto à educação ambiental. Ampliar a análise e o debate sobre as realidades do Vale do Rio dos Sinos e da Região Metropolitana de Porto Alegre a partir das contribuições de acadêmicos e trabalhadores por meio de sistematizações de…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, acessou os dados disponibilizados pelo Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul - TCE/RS para sistematizar informações referentes à aplicação em Manutenção e Desenvolvimento do Ensino - MDE e à Radiografia da Educação Infantil no Rio Grande do Sul. O ObservaSinos realiza desde 2010 um conjunto de ações de pesquisa, análise, publicização e oficinas, tendo o objetivo de referir a importância destas ações para subsidiar o planejamento,…
O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, acessou os dados do Censo Escolar 2014, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira – INEP, através da plataforma de acesso gratuito QEdu. Imagem: www.mercadopopular.org O Censo Escolar oportuniza o levantamento de dados estatísticos educacionais nos municípios e, consequentemente, em nível nacional, e é realizado todos os anos pelo INEP. Através do contato com as escolas públicas e privadas do país sobre as…
O Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul (TCE/RS) disponibiliza em seu sítio os gastos do Poder Executivo Municipal na Educação. As informações são apresentadas em oito Subfunções definidas nos termos da Portaria MOG nº 42, de 14 de abril de 1999: Educação Especial, Educação Infantil, Educação de Jovens e Adultos, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Ensino Profissional, Ensino Superior e Outras Subfunções. Conforme o artigo 212 da Constituição Federal de 1988, deve ser aplicado em Educação um montante de no mínimo 25%…
O presente artigo é resultado da aproximação do Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos Sinos – ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU, com o curso de Graduação em Economia da Unisinos na atividade acadêmica “Economia gaúcha e integração”, ministrada pela professora Vanessa Batisti. O artigo foi elaborado pelos acadêmicos de Economia Guilherme Pons Fiorentin, Iuna Lamb Scheffler, Simone Schwez Kurkowski, Thallys Resende da Costa e Thiago Leite dos Santos. Eis o artigo. 1 – Avaliação dos resultados…

Educação Básica no Vale do Sinos

Terça, 16 de Setembro de 2014
O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), criado em 2007, foi ideado a fim de medir a qualidade de ensino no país e estabelecer metas para a melhoria da educação. O Ideb é um indicador composto calculado a partir dos dados de aprovação escolar e as médias de desempenho nas avaliações do Inep, o Saeb para as unidades da federação e para o país e a Prova Brasil para os municípios. O Índice é divulgado a cada dois anos e tem escala do 0…
Os indicadores podem ser utilizados como “réguas” para planejar, monitorar e avaliar políticas públicas a serem implementadas ou em implementação. O Observatório da Realidade e das Politicas Públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos – IHU,  tem realizado o monitoramento do alcance dos 8 Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODMs), que foram definidos em 2000 para serem alcançados até o ano de 2015 por mais de 191 países, entre eles o Brasil.    O segundo Objetivo propõe “Atingir…