Trabalho (91)

Entre 2003 e 2016 foram registrados 83.336 acidentes de trabalho no Vale do Sinos, com uma taxa média de 17,46 acidentes a cada mil trabalhadores na região e uma média de 5.952 acidentes por ano. No ano de 2016, foram em média 14 acidentes do trabalho por dia no Vale do Sinos. Ao longo de 2018 o ObservaSinos vem desenvolvendo uma série histórica sobre o trabalho entre os anos de 2003 e 2016, período de grande movimentação e transição econômica, política e social no Brasil. Os…
O número de estabelecimentos no Brasil cresceu 55,16% entre os anos de 2003 e 2016. No Rio Grande do Sul, os estabelecimentos cresceram em 38,02% no mesmo período. O número de estabelecimentos também aumentou no Vale do Sinos, de 23.518 para 32.839, ou seja, uma variação de 39,63% entre 2003 e 2016. Os dados da Relação Anual de Informações Sociais - Rais mostram que a partir da desaceleração e a recessão econômica os estabelecimentos diminuíram no Vale do Sinos. O pico mais alto de estabelecimentos entre 2003…
A maioria dos trabalhadores (65,50%) do Vale do Sinos não haviam completado o ensino médio em 2003, sendo que a maior parte dos trabalhadores estavam na faixa do 6º a 9º incompleto (22,36%). Esta realidade mudou radicalmente ao longo dos anos. Em 2016 a maioria dos trabalhadores (61,39%) tinha ensino médio completo, superior incompleto e superior completo e a maior parte dos trabalhadores tinha ensino médio completo, passou de apenas 21,44% dos vínculos ativos em 2003 para 41,82% dos vínculos em 2016. O número de…
Desde a sua criação, o Observatório das realidades e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - ObservaSinos tem como seu foco de atuação o mundo do trabalho e dos/as trabalhadores/as. No mês de maio, quando completa dez anos de existência, o ObservaSinos preparou uma série de ações para memorar o seu trabalho de sistematização, análise e publicização de dados sobre as realidades do Vale do Sinos e da Região Metropolitana de Porto Alegre. Uma destas ações é o Especial do Trabalho Vale do…
O mercado formal de trabalho na Região do Vale do Rio dos Sinos registrou criação de postos de trabalho no mês de fevereiro, com saldo de 1.680 postos criados. No mês de janeiro foram criados 1.765 postos de trabalho, ou seja, o mercado de trabalho se manteve estável no Vale do Sinos. Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego - MTE, e são divulgados através do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - Caged.O Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale…
No mês de janeiro, o mercado formal de trabalho do Brasil teve resultado positivo, com criação de 77.822 postos de trabalho. Uma diferença significativa comparando com o resultado do mês anterior, que fechou 20 mil postos de trabalho. Também foi a primeira vez em que houve um saldo positivo no mês de janeiro desde 2014, quando foram criados mais de 29 mil postos de trabalho. Os dados foram divulgados em fevereiro pelo Ministério do Trabalho e Emprego, através do Caged - Cadastro Geral de Empregados…
O mercado formal de trabalho no Vale do Sinos em 2017 apresentou o fechamento de 141 postos de trabalho. Apesar do número negativo, esse é um possível sinal de recuperação do mercado formal, visto que nos três anos anteriores o saldo se manteve negativo na casa dos milhares, chegando a mais de 17 mil postos de trabalho fechados no ano de 2015. Infográfico: Saldo entre admitidos e desligados no Vale dos Sinos (2014-2017) As informações são do Caged - Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, e…
No mês de dezembro, o segundo mês de vigência da reforma trabalhista, o Brasil fechou 328.539 postos no mercado formal de trabalho, uma retração muito mais expressiva no número de postos se comparado com o saldo do mês anterior, de menos 12.292 postos de trabalho. O resultado do mês de dezembro contribuiu para que o Brasil fechasse o ano com menos 20,8 mil postos de trabalho. Os dados foram divulgados em janeiro pelo Ministério do Trabalho e Emprego, através do Cadastro Geral de Empregados e…
No primeiro mês de vigência da reforma trabalhista aprovada pelo governo de Michel Temer, do PMDB, o Brasil interrompeu sete meses consecutivos de criação positiva de postos de trabalho com carteira assinada. O País fechou 12.292 vagas com carteira assinada em novembro, enquanto em outubro haviam sido criados 76.599 postos de trabalho. O Vale do Sinos apresentou saldo positivo de 104, enquanto o mês de outubro registrou a criação de 941 postos de trabalho. Os dados foram divulgados em dezembro pelo Ministério do Trabalho, através do…

Raio X do emprego no Vale do Sinos em 2016

Sexta, 17 de Novembro de 2017
Com o propósito de delinear os aspectos do mercado de trabalho no útimo ano, a partir dos vínculos empregatícios formais ativos em dezembro de 2016, o Observatório da realidade e das políticas públicas do Vale do Rio dos Sinos - Observasinos, programa do Instituto Humanitas Unisinos - IHU, sistematizou os dados mais recentes da Relação Anual de Informações Sociais - RAIS. Pautando os últimos quatro anos, houve uma contração de 9,1% no número de vínculos ativos de 2013 para 2016, o que representa uma queda…