Proteção Social (29)

Com a queda da renda do trabalho da população mais pobre, cresceu o número de domicílios que vivem com um quarto de salário mínimo. Antes da pandemia, a Região Metropolitana de Porto Alegre possuía 21% dos domicílios que viviam com renda per capita do trabalho inferior a R$ 275. No primeiro trimestre de 2021, o número subiu para 27,4%. Enquanto isso, houve 455.535 desligamentos no Auxílio Emergencial da primeira etapa de 2020 para a etapa de 2021. Leia o artigo completo. A Região Metropolitana de Porto…
Antes da pandemia estávamos no sexto ano consecutivo de política de austeridade fiscal em nível nacional. Neste aspecto, as políticas foram bem sucedidas, pois atingiram os velados objetivos distributivos, ainda que, do ponto de vista da dinâmica econômica, o fracasso é inegável. O novo coronavírus encontrou um cenário de estagnação, com pouca variação no nível de emprego, ampliação das desigualdades e da pobreza, diminuição de investimentos públicos e privados e redução de salários e de direitos. Após um ano e quatro meses de pandemia, é possível fazer uma análise mais minuciosa…
Pode-se observar uma queda nos números de alunos matriculados na Região Metropolitana de Porto Alegre, totalizando 24,3 mil a menos de 2019 para 2020. Isso pode apontar para o crescente desinteresse por parte dos jovens em estudar, assim como resultado das dificuldades de acesso ao ensino devido às desigualdades sociais presentes na sociedade brasileira, que se evidenciaram com a pandemia da Covid-19 na realidade da população. Os dados fazem parte do estudo “Mundo do trabalho na Região Metropolitana de Porto Alegre” desenvolvido pelo Observatório do Vale…
Desde 2012, quando a pesquisa sobre desalentados começou a ser realizada, as mulheres sempre foram a maioria na Região Metropolitana de Porto Alegre. Esta realidade, no primeiro ano da pandemia, ganhou números ainda maiores, já houve um crescimento de 170,1% em relação ao ano anterior. Enquanto isso, neste mesmo ano, o aumento foi de 75,8% para os homens. O desalentado é uma categoria definida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE, que encontra-se na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD. Para…
Os primeiros dados divulgados sobre os efeitos da pandemia do novo coronavírus apontam que a Região Metropolitana de Porto Alegre foi uma das mais impactadas. Está entre as regiões que mais perdeu renda do trabalho, especialmente pela parcela da população mais pobre, que teve queda de 40,4% em seus rendimentos. Com o Auxílio Emergencial de R$ 600 e R$ 1.200, essa queda foi atenuada para apenas 9,6%. Ainda assim, a população mais pobre da Região Metropolitana de Porto Alegre foi uma das mais afetadas do…
A renda básica e a renda universal, apesar de comporem a agenda na política há vários anos, têm merecido destaque em debates políticos, econômicos, sociais e sanitários neste tempo de pandemia e de crises. No cenário nacional, o Auxílio Emergencial colocou-se como uma das estratégias que impactou as realidades nas esferas municipais, estaduais e federal. O interesse em conhecer e analisar como o conteúdo da renda foi projetado para os municípios pelos candidatos às prefeituras municipais inspirou a realização da pesquisa que compôs o Ciclo…
A recente Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios - PNAD realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE revelou os dados sobre os efeitos da pandemia nas desigualdades e no mercado de trabalho no segundo trimestre do ano em curso. O número de desalentados segue crescendo, ou seja, cresce o número de pessoas que desistiram de encontrar um emprego. No Rio Grande do Sul o aumento, em relação ao primeiro trimestre do ano, foi de 66%. Os dados da PNAD indicam que o Rio Grande…
Após seguidas quedas por mais de uma década, a fome voltou a crescer no Rio Grande do Sul. Os dados foram divulgados na quinta-feira (17/09), mostrando que 975,2 mil domicílios sofrem com algum tipo de insegurança alimentar. De 2004 para 2013, a insegurança alimentar diminuiu 35,7% no estado. Só que de 2013 para 2018, o cenário se reverteu, aumentando em 47,8%. Esses foram alguns dos dados trazidos pela última Pesquisa de Orçamentos Familiares - POF: Análise da Segurança Alimentar no Brasil do Instituto Brasileiro de Geografia…
A extinção do Abono Salarial voltou a ser debatido em plena pandemia do novo coronavírus a partir da proposta do Governo Federal para a Renda Brasil. Na Região Metropolitana de Porto Alegre em 2018, 47,2% dos trabalhadores formais recebiam até 2 salários mínimos. Ou seja, em número absoluto, 589,9 mil trabalhadores com carteira assinada deixariam de acessar o benefício do Abono Salarial. O fim do Abono Salarial já vinha sido debatido nas alterações da Previdência Social apresentada pelo governo de Jair Bolsonaro em 2019. A extinção do benefício…
Os dados recentes mostram que os desempregados e os trabalhadores informais se constituem em um dos grupos de risco da pandemia que impacta significativa parcela da população. A taxa de desocupação na Região Metropolitana de Porto Alegre atingiu 9,8% no primeiro trimestre de 2020, aumentando em 1 ponto percentual em relação ao último trimestre de 2019. A taxa de subutilização chegou a 17,4%, um aumento de 2,2 pontos percentuais em relação ao último trimestre de 2019. A Região Metropolitana de Porto Alegre fechou 55 mil postos de trabalho formais entre o mês de março e maio. No…