O discurso da jovem ativista Greta Thunberg na ONU em 5 pontos

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “O coronavírus é um pedagogo cruel”. Entrevista com Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • A universidade pós-pandêmica. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • Religião remixada

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


24 Setembro 2019

Sueca de 16 anos discursou na abertura da Cúpula do Clima, na sede das Nações Unidas nesta segunda-feira (23) e disse a líderes mundiais que sua infância foi roubada por "palavras vazias".

A reportagem é publicada por G1, 23-09-2019.

A ativista sueca Greta Thunberg disse a líderes de 60 nações que sua infância foi roubada por "palavras vazias" durante a Cúpula do Clima na ONU, que termina nesta segunda-feira (23) em Nova York. O encontro convocado pelo secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, ocorre em meio a pressão da juventude mundial, que pede a redução das emissões de gases do efeito estufa.

"Vocês roubaram meus sonhos e minha infância com suas palavras vazias", disse Thunberg, que responsabilizou os adultos por não fazerem o bastante para proteger o meio ambiente.

Veja abaixo os cinco pontos principais do discurso da jovem na ONU:

Deveria estar na escola

"Isso está errado, eu não deveria estar aqui. Eu deveria estar na escola, do outro lado do oceano", contestou Thunberg aos líderes de 60 nações.

"Vocês ainda se aproximam de nós, jovens, para ter esperança. Como ousam?"  A jovem ativista denunciou que a falta de ações concretas dos chefes de estado "roubaram" com suas "palavras vazias" seus sonhos e sua infância.

Conto de fadas

A garota de trancinhas alertou para ecossistemas que entram em colapso. "As pessoas estão sofrendo. As pessoas estão morrendo."

"Estamos no início de uma extinção em massa e tudo o que vocês falam gira em torno de dinheiro e um conto de fadas de crescimento econômico eterno. Como ousam?"

Ciência ignorada

A jovem sueca reforçou que não há políticas e soluções à vista e que não acredita quando líderes mundiais dizem que escutam os mais jovens e entendem a urgência que devem tomar as decisões.

"Por mais de 30 anos a ciência foi clara. Como ousam seguir ignorando os alertas e vir aqui para dizer que estão fazendo o bastante? Se vocês realmente entendessem essa situação, e ainda assim seguissem falhando em suas ações, então vocês são maus. E nisso eu me recuso a acreditar."

Nunca vamos perdoar

Para Thunberg, não haverá planos ou soluções para o que foi apresentado durante a Cúpula. Isso, porque, segundo ela, os números são muito desconfortáveis.

"Vocês não são maduros o suficiente para dizer que estão falhando. Mas os jovens estão começando a entender sua traição. Os olhos das gerações futuras estão virados para vocês. E se vocês decidirem nos ignorar, eu te digo. Nós nunca vamos perdoá-los."

Mudança está vindo

A jovem ativista, que conseguiu mobilizar milhares de jovens estudantes na sexta-feira (20) durante a terceira greve global pelo clima ameaçou: "Nós não vamos deixá-los sair ilesos dessa."

"Aqui, agora, vamos definir os limites. O mundo está acordando. A mudança está vindo, quer queiram, quer não."

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O discurso da jovem ativista Greta Thunberg na ONU em 5 pontos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV