Uma Internacional Progressista em defesa da democracia

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Propor vacinação só em março e alcançar no máximo 1/3 da população em 2021 é um crime

    LER MAIS
  • Ailton Krenak: “A Terra pode nos deixar para trás e seguir o seu caminho”

    LER MAIS
  • Covid-19: 'Pandemia no Sul caminha para agravamento sem precedentes', diz epidemiologista

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


05 Dezembro 2018

Por iniciativa do grego Yanis Varoufakis, o norte-americano Bernie Sanders e o brasileiro Fernando Haddad, entre outros, foi lançada, dia 1° de dezembro em Nova York, uma Internacional Progressista em defesa da democracia.

O comentário é de Luiz Alberto Gomez de Souza, sociólogo. 

Escreveu Sanders em The Guardian: "a ascensão do autoritarismo é hoje um fenômeno global e deve ser combatido de forma global. A esquerda deve rejeitar qualquer estratégia nacionalista. A estratégia para responder é global".

Há uma onda conservadora, com o italiano Salvini, o hûngaro Viktor Orban, Donald Trump, que tem como estrategista Steve Bannon, ex-assessor de Trump, e criador do chamado Movimento, uma organização global que quer eleger e aproximar populistas de direita. A candidatura Bolsonaro se inscreveu nesse desenho.

Para Varoufakis, "Bolsonaro é insignificante. Ele é só um braço de um novo movimento fascista de uma oligarquia privilegiada e de um cartel de interesses... Quando alguém celebra as piores características do passado brasileiro, incluindo tortura, a única coisa a dizer a esta pessoa é: 'Não passarão'".

Em carta à direção nacional do PT indicou Haddad: "fui incumbido da missão de levar nossa mensagem aos setores progressistas... Os setores progressistas internacionais acompanham com muita atenção e preocupação a escalada antidemocrática protagonizada por nossos adversários. Estou nos Estados Unidos, à convite do senador norte-americano Bernie Sanders e do ex-ministro grego Yanis Vaoufakis, para avançar na formação de uma Internacional Progressista, que pretende reunir forças para lidar com os desafios que nos estão sendo colocados".

A I. P. quer reunir políticos que se opõe a cortes de programas sociais, apóiam órgãos multilaterais como a ONU, e o MERCOSUL e defendem medidas de combate às mudanças climáticas, como o Acordo de Paris.
(DiEM25).

Apoiam Bill de Blasio, prefeito de Nova York, Ada Colau, prefeita de Barcelona (eleita por Podemos), o economista Jeffrey Sachs, Naomi Klein, a atriz Susan Sarandon. Tem também o apoio de Boaventura de Sousa Santos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Uma Internacional Progressista em defesa da democracia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV