França. O clero da diocese de Lyon pede a saída rápida e definitiva do cardeal Barbarin

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Naturalizamos o horror? Artigo de Maria Rita Kehl

    LER MAIS
  • Nice, consternação no Vaticano com a bofetada à fraternidade humana

    LER MAIS
  • Católicas, sim, pelo Direito de Decidir!

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


29 Março 2019

A diocese de Lyon deseja a saída rápida e definitiva do cardeal Philippe Barbarin. Em um comunicado divulgado na tarde da última quarta-feira, o padre Yves Baumgarten, vigário geral encarregado da diocese desde o afastamento do cardeal, fez uma sutil restituição do conselho presbiteral e diaconal convocado às vésperas. Apesar das precauções de costume, a urgência se expressa: o cardeal Barbarin deve deixar suas funções o quanto antes.

A reportagem é de Ph. Bette e Sylvie Cozzolino, publicada por France 3, 27-03-2019. A tradução é de André Langer.

“A solução de retirada só pode ser temporária. Agora é necessário encontrar uma solução rápida para a atual crise de governança (...) Os conselheiros expressaram por unanimidade o desejo de que uma página da nossa diocese possa agora ser virada”.

Há cerca de sessenta padres e leigos envolvidos na vida religiosa da diocese. O padre Baumgarten menciona “um clima de indulgência e de escuta mútua e um belo clima de comunhão e de paz”.

A reunião começou com a leitura de muitas mensagens de padres ou fiéis em pleno desconcerto: “Os participantes puderam falar do seu sofrimento e do corpo diocesano como um todo, assim como sobre a profunda incompreensão diante dos sinais contraditórios enviados por nossa Igreja nestes últimos dias”, relata o vigário Baumgarten.

Uma votação categórica

Como é costume quando se trata de tomar decisões importantes, os participantes foram convidados a se manifestar. Uma votação categórica. Quarenta e oito dos cinquenta eleitores votaram pela rápida renúncia do cardeal Barbarin, que foi imediatamente informado.

O vigário Yves Baumgarten e o bispo auxiliar de Lyon, dom Gobilliard, solicitaram com urgência uma audiência no Vaticano. Eles devem ser recebidos na próxima semana pelo cardeal Marc Ouellet, prefeito da Congregação para os Bispos em Roma.

O tempo urge. De acordo com os padres que pudemos contatar, esta situação não pode continuar. Eles esperam uma decisão para antes da Páscoa. O prazo, a Missa do Crisma da Quinta-feira Santa, onde todos os sacerdotes da diocese se reúnem em torno do bispo para simbolizar a unidade da Igreja. Um momento de comunhão e partilha que os presbíteros da diocese não estarão mais dispostos a viver sob a autoridade do cardeal Barbarin.

Entrevista com o vigário geral Baumgarten, por Sylvie Cozzolino e Thierry Swiderski (Vídeo de 21 de março de 2019).

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

França. O clero da diocese de Lyon pede a saída rápida e definitiva do cardeal Barbarin - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV