Corredores humanitários: chegam no Vaticano mais 10 refugiados de Lesbos

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Bolívia. O MAS e o triunfo avassalador

    LER MAIS
  • "Governo tenta intencionalmente destruir povos indígenas". Entrevista com Carlos Frederico Marés de Souza Filho

    LER MAIS
  • O PT e o voto evangélico

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Julho 2020

Depois de ter passado longos meses de espera, devido à crise do coronavírus, chega amanhã à Itália o último grupo de refugiados que o Papa Francisco quis trazer a salvo através da Esmolaria apostólica e da Comunidade de Santo Egídio. São 10 refugiados, além dos 57 que já chegaram para a Itália, em várias viagens, a primeira realizada em 16 de abril de 2016 no mesmo avião com o qual o Papa retornou a Roma de sua histórica visita a Lesbos.

A reportagem é publicada por AgenSIR, 15-07-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

Os refugiados, pertencentes a quatro famílias, não conseguiram sair em dezembro passado por motivos contingentes e depois foram bloqueados pela pandemia. O primeiro corredor humanitário após o lockdown foi possível graças a uma sinergia entre as autoridades italianas e gregas, em particular entre o Ministério do Interior e o Ministério da Imigração e Asilo da Grécia. Os refugiados que já chegam com os corredores humanitários anteriores de Lesbos farão o acolhimento dos novos 10 refugiados.

Depois da conferência de imprensa, eles almoçarão juntos na mesa dos pobres da Comunidade de Santo Egídio, junto com os voluntários que cuidam da hospitalidade e da integração.

Com o sistema dos corredores humanitários, mais de 3.000 refugiados já chegaram à Europa do Oriente Médio e da África. Amanhã, dia 16 de julho, às 12 horas, os refugiados receberão as boas-vindas em uma conferência de imprensa em Roma, na cantina da Via Dandolo 10, com o fundador de Santo Egídio, Andrea Riccardi. A vice-prefeita Simona Spinelli, chefe da unidade Dublin do Ministério do Interior, também estará presente.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Corredores humanitários: chegam no Vaticano mais 10 refugiados de Lesbos - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV