Alguns cientistas temem que não seja encontrada uma vacina: teremos que conviver com a ameaça do Covid

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Rio Grande do Norte. Seridó ameaçado

    LER MAIS
  • Arcebispo de Ribeirão Preto visita no hospital a Dom Pedro Casaldáliga, “um ícone no Brasil”

    LER MAIS
  • Francisco nomeia seis mulheres para grupo que supervisiona as finanças vaticanas

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


29 Abril 2020

Alguns cientistas temem que a produção de uma vacina eficaz contra o coronavírus possa ser impossível e consideram que o mundo deveria simplesmente aprender a se adaptar à ameaça constante do COVID-19.

A reportagem é de Adam Bienkov, publicada por Business Insider Italia, 28-04-2020. A tradução é de Luisa Rabolini.

O Diretor médico britânico, Christopher Whitty, informou na sexta-feira a uma comissão parlamentar que existem evidências "preocupantes" que indicam que a imunidade ao vírus pode não ser possível.

"A primeira pergunta é: 'Uma vez passada, a pessoa fica imune à doença por um longo período de tempo?'", disse Whitty.

“Bem, apesar de não saber, ainda é possível produzir uma vacina, embora menos provável; simplesmente ainda não temos como saber."

Ele relatou que há "provas sobre pessoas que foram reinfectadas após terem tido uma infecção anterior"; e acrescentou: "É uma situação bastante preocupante".

Nunca foi produzida nenhuma vacina contra o coronavírus

As dúvidas sobre a possibilidade de fazer uma vacina eficaz se baseiam principalmente no fato de que nos Estados Unidos ou na Grã-Bretanha nenhuma vacina jamais foi aprovada para uso contra outras formas de coronavírus.

Whitty explicou ao comitê que as provas relativas a outras formas de coronavírus mostram que "a imunidade [ao vírus] desaparece de forma relativamente rápida".

Ele disse que o mundo deve "estar ciente de que não é dado como certo que uma vacina para essa doença seja produzida igual à que temos, digamos, para o sarampo que, uma vez aplicada, protege você por toda a vida".

"Não podemos garantir o sucesso", acrescentou.

"Procuram-se vacinas para todas as doenças, mas nem todas são encontradas".

No sábado, a Organização Mundial da Saúde também colocou em dúvida se a imunidade ao vírus poderia ser induzida.

Em uma declaração sobre os planos de alguns governos de introduzir os chamados "passaportes de imunidade" para aqueles que já contraíram o vírus, a organização disse que "atualmente não está demonstrado que as pessoas curadas de Covid-19 e com anticorpos estejam protegidas de uma segunda infecção”.

Outros cientistas também especularam que uma vacina eficaz para combater o Covid-19 nunca poderia ser encontrada.

Em entrevista ao The Observer, David Nabarro, professor de saúde global do Imperial College de Londres disse que o mundo deve se dar conta que uma vacina talvez nunca seja encontrada.

"Nada garante que seja sempre possível desenvolver uma vacina segura e eficaz contra qualquer vírus", disse ele ao jornal.

"Alguns vírus são realmente complexos em termos de desenvolvimento de vacinas - portanto, para um futuro próximo, teremos que encontrar maneiras de viver nossas vidas com a constante ameaça desse vírus".

Mesmo que uma vacina totalmente eficaz se mostre impossível, Whitty acredita que ainda valha a pena procurar uma vacina parcialmente eficaz.

“Pode haver vacinas que não fornecem [altos níveis de] imunidade, mas que protegem as pessoas a ponto de não ficarem gravemente doentes”.

"Poderíamos, portanto, obter uma vacina um pouco menos eficaz, embora ainda eficaz o suficiente, a ponto de que se todos vacinássemos quando ainda não houvesse um alto nível de mortalidade ... poderíamos, em qualquer caso, conseguir reduzir de modo radical as mortes, mesmo na presença de infecções naturais".

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Alguns cientistas temem que não seja encontrada uma vacina: teremos que conviver com a ameaça do Covid - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV