“Dois papas”: o que é fato e o que é ficção?

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Pedro descansa onde ele sonhou, na beira do Araguaia, entre um peão e uma prostituta

    LER MAIS
  • Sobre a carta dos bispos. Profetismo incompreendido

    LER MAIS
  • Bolsonaro quer reduzir em R$ 35 bilhões o orçamento do SUS para 2021

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


04 Dezembro 2019

O lançamento de “Dois papas” no dia 27 de novembro trouxe uma atenção renovada ao papado de Bento XVI (interpretado por Anthony Hopkins) e à eleição em 2013 do Papa Francisco (interpretado por Jonathan Pryce). Mas o filme acerta os fatos? Sim e não.

O comentário é de Joseph McAuley, publicado por America, 27-11-2019. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O cardeal Bergoglio foi um concorrente no conclave de 2005?

Sim, Francisco (então cardeal Jorge Bergoglio) era o rival mais próximo do cardeal Joseph Ratzinger no momento da terceira votação. O cardeal Ratzinger (em breve Papa Bento XVI) tinha cinco votos a menos dos 77 necessários para a eleição; o cardeal Bergoglio recebeu 40 votos na votação (portanto, foi o segundo colocado).

Bergoglio era candidato por dois motivos. Primeiro, ele era bem conhecido na hierarquia latino-americana pela sua participação nas conferências episcopais e tinha uma reputação estelar pelo seu trabalho pastoral. Ele ganhou notoriedade nos círculos da Igreja quando se tornou o substituto do cardeal Edward Egan no sínodo vaticano nos dias após os atentados do 11 de setembro, quando o cardeal Egan teve que voltar para Nova York. Sua síntese do encontro em um prazo tão curto foi amplamente elogiada, e isso fez com que as atenções se voltassem a ele. E, quando Ratzinger estava à beira da eleição no conclave de 2005, o cardeal Bergoglio instou seus irmãos cardeais a apoiarem Ratzinger, garantindo assim a sua eleição, para o óbvio alívio de Bergoglio – que assim conseguiu voltar para a sua casa na Argentina.

Dois relatos sobre o conclave de 2013 diferem. Em seu livro The Election of Pope Francis: An Inside Account of the Conclave that Changed History [A eleição do Papa Francisco: um relato de dentro do conclave que mudou a história, em tradução livre], Gerard O’Connell, correspondente da America no Vaticano, relata que o cardeal Bergoglio emergiu como Papa Francisco após cinco votações, com 85 votos. Anthony McCarten, cujo livro The Pope: Francis, Benedict and the Decision That Shook the World [O Papa: Francisco, Bento e a decisão que sacudiu o mundo, em tradução livre] fornece a base para “Dois papas”, relata que o Papa Francisco foi eleito após seis votações, com 90 votos. Quando foi eleito, ele recebeu um incentivo e um consolo calorosos do seu amigo, o cardeal Claudio Hummes (arcebispo emérito de São Paulo), que o instou a “se lembrar dos pobres”, dando a Bergoglio o incentivo a assumir o novo papal nome de Francisco, em homenagem ao santo de Assis.

Jorge Bergoglio e o Papa Bento XVI se encontraram para discutir a aposentadoria de Bergoglio, como dramatizado no filme?

Não. Essa é uma surpreendente recriação dos fatos. Quando os bispos se aproximam da idade de aposentadoria compulsória aos 75 anos, eles devem apresentar a sua renúncia para a disposição final do papa, que pode estender o mandato de um bispo no cargo ou aceitá-la com entusiasmo (o cardeal Bergoglio já havia planejado se aposentar quando escolheu um apartamento simples em uma casa não muito longe de onde ele cresceu em Buenos Aires e onde atuou como cardeal arcebispo).

Isso não significa que o Papa Bento jamais se encontrou com Bergoglio no Vaticano. Ele deve ter se encontrado com ele quando os bispos argentinos fizeram suas visitas “ad limina”.

Bento XVI gosta de Fanta Laranja?

Sim, ele costumava tomar um copo de Fanta ao tocar piano. De acordo com o blog The Young Catholic (de 2010), um bispo inglês visitante estava prestes a presentear Sua Santidade com uma caixa de cerveja Holy Grail, uma marca britânica, mas descobriu que o Papa Bento bebia pelo menos quatro latas de refrigerante todos os dias! Ele também as bebia na hora do jantar.

E por que Fanta? Talvez porque tenha sido originalmente fabricada na Alemanha (quando essa história se tornou pública, a empresa proprietária da marca Fanta, a Coca-Cola, prometeu enviar ao papa alguns fardos de Fanta para que ele não ficasse sem a sua bebida predileta).

Bento XVI assiste ao programa de televisão alemão “Kommissar Rex”?

Eu não sei se isso é verdade. Suas principais recreações são tocar piano e suas atividades acadêmicas em teologia. De acordo com a revista Time, além de assistir às notícias das 20h, ele assistia a filmes antigos baseados na série de livros “O Pequeno Mundo de Don Camillo”, de Giovanni Guareschi, sobre um pároco italiano que lutava com o prefeito comunista local.

Eu suspeito que a inserção desse suposto “favorito papal” de Bento XVI tenha sido uma alusão explícita: um programa sobre um pastor alemão sendo assistido por um “pastor alemão”. Antes de ser eleito papa, nos tempos de João Paulo II, Bento havia sido prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, o escritório responsável pela ortodoxia doutrinal. A reputação do cardeal Ratzinger como “cão de guarda” doutrinal lhe rendeu apelidos como “Rottweiler de Deus”. Então, eu acho que os roteiristas do filme se divertiram um pouco ao fazer a alusão.

Kommisar Rex, sobre um esquadrão de detetives e seu cão de combate ao crime, é uma série de verdade.

Quão acurado é o retrato das ações de Jorge Bergoglio durante a Guerra Suja na Argentina?

Essas cenas de flashback são amplamente coerentes com o que se relata sobre esse período na vida de Bergoglio. Bergoglio teve que andar na corda bamba naqueles dias e, como ele disse, era uma “loucura” alguém na casa dos 30 anos ser provincial dos jesuítas argentinos em um momento tão contencioso.

Segundo uma reportagem da Associated Press, Francisco Jalics e outro padre, Orlando Yorio, foram sequestrados em 1976. “Bergoglio afirmou ter dito aos padres que desistissem de seus trabalhos nas favelas para a sua própria segurança, e eles se recusaram”, relatou a AP. “Yorio, que agora está morto, depois acusou Bergoglio de efetivamente entregá-los aos esquadrões da morte, recusando-se a apoiar publicamente o seu trabalho.” Mais tarde, Bergoglio se reconciliou com o Pe. Jalics, e eles celebraram uma missa juntos, como retratado no filme. Bergoglio também tentou (embora de modo imperfeito) salvar os dois jesuítas quando eles estavam sendo torturados pelo regime.

Francisco passou um período de “exílio” em Córdoba?

Sim, ele foi removido para Córdoba após seu período como provincial. Ele estava longe do centro de atividades da Igreja em Buenos Aires; ele passou seu tempo no “remanso” em profunda reflexão – dois anos – enquanto fazia trabalho pastoral, ensinava e ouvia confissões. Foi lá que ele aprendeu a viver um estilo de vida simples, que ele levou consigo como cardeal e papa. As pessoas consideraram quase uma “ressurreição” quando ele foi nomeado coadjutor do cardeal Antonio Quarracino, de Buenos Aires, com o direito de sucedê-lo em seu posto após a morte do cardeal. Quando Bergoglio se tornou arcebispo de Buenos Aires, ele fez com que os paramentos do seu antecessor fossem reformados e os vestia em vez de comprar novos, de acordo com seu estilo de vida de simplicidade.

A história da traição de Bento XVI pelo seu mordomo é verdadeira?

Sim. Bento XVI perdoou Paolo Gabriele, que foi condenado a 18 meses de prisão em 2012, por roubar documentos pessoais e outros papéis do escritório do papa e entregá-los a um jornalista italiano, que se tornou a base do livro “Sua Santidade: os documentos secretos de Bento XVI”, geralmente conhecido como o escândalo “Vatileaks”.

Francisco discordou da decisão de Bento XVI de renunciar?

Essa cena do filme é outra dramatização dos fatos. Nos livros que eu li, essa “consulta” nunca ocorreu. Era altamente improvável que um papa consultasse um cardeal do outro lado do mundo que não fazia parte da Cúria ou que não era um “insider”. Mostrar os dois homens se encontrando e exibindo suas visões de mundo diferentes nos Jardins Vaticanos e na Capela Sistina é algo que gera uma grande dramaticidade e contraria as abordagens dos dois clérigos à Igreja com um grande efeito.

Bento XVI contou a Francisco sobre seus planos de renúncia antes de qualquer outra pessoa?

Segundo Gerard O’Connell, Bento XVI tomou essa decisão inteiramente por conta própria e contou apenas ao seu secretário pessoal, Mons. Georg Gänswein, ao seu irmão, Pe. Georg Ratzinger e ao cardeal Angelo Sodano, decano do Colégio de Cardeais – e a mais ninguém.

Francisco ligou para Bento XVI antes do seu anúncio como novo papa?

Tanto Peter Seewald, em seu livro “Bento XVI: o último testamento”, quanto Gerard O’Connell relatam que isso é verdade. Demorou um pouco para que alguém da comitiva de Bento atendesse o telefone, mas os dois conversaram antes do anúncio formal. Bento ficou muito emocionado com o gesto do novo papa em relação a ele.

Francisco é torcedor do time de futebol San Lorenzo?

Sim, ele é torcedor do San Lorenzo desde a juventude. Seu pai também era um grande torcedor do clube. A lealdade de Francisco ao futebol é uma parte central da biografia da sua vida juvenil e posterior.

Francisco e Bento XVI assistiram à Copa do Mundo juntos quando a Argentina jogou contra a Alemanha?

Isso é duvidoso. Bento não é um fã conhecido de qualquer esporte, de modo que é duvidoso que ele gaste algum tempo assistindo a eventos esportivos na televisão. No entanto, a cena final dos dois papas assistindo a uma partida de futebol ficou bastante engraçada, e ficou ainda mais engraçada com a reação de Bento ao modo como o jogo foi disputado. 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“Dois papas”: o que é fato e o que é ficção? - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV