Migrante morto de fome em um bote de borracha: a foto chocante que abala Malta

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco ataca o 'desejo de poder', a 'rigidez disciplinar' e a 'deslealdade' nas associações de fiéis, dos movimentos eclesiais e das novas comunidades

    LER MAIS
  • Vacinas, o grande golpe da Big Pharma

    LER MAIS
  • A furiosa e disfarçada guerra pela Água no Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


14 Agosto 2019

A foto do migrante encontrado morto em um bote de borracha no meio do mar abala Malta. As forças armadas maltesas, depois de uma missão de resgate no mar concluída com a descoberta de um homem morto e outro em estado crítico, publicaram a imagem que revela os terríveis riscos de quem tenta atravessar o Mediterrâneo para a Europa.

A reportagem é de Veronica Di Benedetto Montaccini, publicada por TPI News, 13-08-2019. A tradução é de Luisa Rabolini.

O ministro do Interior de Malta, Michael Farrugia, compartilhou a foto no Twitter, escrevendo: "Malta acabou de salvar o único sobrevivente encontrado em estado crítico em um bote de borracha. É isso que as forças armadas maltesas fazem todos os dias".

A imagem mostra o corpo seminu do homem enquanto seu companheiro se ajoelha ao lado dele em sua pequena embarcação, em um tórrido dia de verão. O ministro do Interior, Farrugia, disse que o sobrevivente foi encontrado "deitado sobre o cadáver de seu companheiro".

Migrante encontrado morto no mar | Foto: Forças Armadas de Malta

Não há vestígios de comida ou água. Ambos estavam tentando atravessar o Mediterrâneo para a Europa a bordo do bote azul quando foram encontrados na segunda-feira.

Quando a equipe de resgate da AFM chegou, o homem já estava morto, embora a causa exata não seja conhecida. Seu companheiro sobrevivente foi levado para a base da Air Wing de helicóptero e, posteriormente, hospitalizado.

Veja o vídeo do resgate das Forças Armadas de Malta

A morte do migrante ocorre no momento mais crítico para as ONGs. As organizações que coordenam os navios de salvamento através das rotas do Mediterrâneo central estão, de fato, repetidamente entrando em conflito com os países-membros da UE, que estão sempre relutantes em permitir sua entrada em águas territoriais.

Um desses navios, o Ocean Viking, atualmente conta com 356 pessoas a bordo e nenhum lugar onde levá-las. Outro navio, o Open Arms, transporta mais 151 pessoas a quem foi negado o ingresso nos portos europeus.

Enquanto isso, de acordo com a OIM, a Organização Internacional de Migração das Nações Unidas, mais de 600 pessoas morreram enquanto atravessavam o Mediterrâneo apenas nos primeiros seis meses do ano.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Migrante morto de fome em um bote de borracha: a foto chocante que abala Malta - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV