Bangladesh: Francisco se inclina aos refugiados Rohingya e lhes reserva o lugar de honra

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • Só um radical ecossocialismo democrático pode mudar o horizonte

    LER MAIS
  • Seu bispo necessita dos seus conselhos: o que dirá a ele?

    LER MAIS
  • Dinâmica religiosa nos Estados Unidos. Artigo de José Eustáquio Diniz Alves

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


02 Dezembro 2017

O Papa Francisco reservou aos 18 Rohingyas que o cumprimentaram o lugar de honra no arcebispado. De fato, eles foram colocados à direita do palco, na posição reservada aos VIPs. E também é dessa sexta-feira a notícia de que foi reencontrado William Rozario, o padre desaparecido há dois dias na cidade de Bonpara.

A reportagem é publicada por La Repubblica, 01-12-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Papa Francisco, em uma viagem apostólica a Myanmar e Bangladesh, na tarde dessa sexta-feira, encontrou-se com 18 membros da etnia Rohingya de Cox’s Bazaar, o maior campo de refugiados de Bangladesh, no jardim do arcebispado de Dhaka.

Os 18 fazem parte de três famílias de refugiados. Eles foram acompanhados por dois tradutores da Cáritas. A ocasião para esse importante momento foi o encontro inter-religioso pela paz. Depois da oração do bispo anglicano, os Rohingyas subiram ao palco para cumprimentar o papa.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Bangladesh: Francisco se inclina aos refugiados Rohingya e lhes reserva o lugar de honra - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV