Papa Francisco está ''aberto à discussão da moral sexual'', afirma cardeal Marx

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Instrumentum Laboris do Sínodo para a Amazônia, um novo passo de “um 'kairós' para a Igreja e o mundo”

    LER MAIS
  • “Minha filha trans e católica é uma prova viva de como o Vaticano está errado em relação ao gênero”

    LER MAIS
  • Anule-se tudo que aconteceu a partir da criação da Lava Jato

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

04 Janeiro 2019

“Na minha opinião, o Papa Francisco está aberto a uma discussão sobre a moral sexual católica”, disse Marx.

A reportagem é de Christa Pongratz-Lippitt, publicada em The Tablet, 01-03-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O Papa Francisco está aberto a uma discussão sobre a moral sexual católica, disse o cardeal Reinhard Marx, presidente da Conferência dos Bispos da Alemanha e membro do grupo de cardeais conselheiros do papa, em entrevista a jornalistas em Munique, no dia 20 de dezembro.

“Na minha opinião, o Papa Francisco está aberto a uma discussão sobre a moral sexual católica”, disse Marx. Ele havia falado com o papa sobre esse assunto em várias ocasiões, afirmou. “E, do modo como eu vejo, ele não está comprometido com nenhuma regra dura e rápida.”

Ele, Marx, estava muito mais preocupado com “aquelas forças que são da opinião de que, se não tivéssemos mais padres homossexuais, todo o problema dos abusos sexuais estaria resolvido. Esse é um argumento que eu devo repudiar”, enfatizou.

No que diz respeito aos abusos, os padres com orientação homossexual “não são mais vulneráveis que os padres heterossexuais”. A questão é se eles são capazes de levar vidas celibatárias assim como os padres heterossexuais. Ele tomaria muito cuidado para não fazer diferenciações nesse ponto, disse.

Ao mesmo tempo, Marx advertiu contra a abolição do celibato como uma consequência dos abusos sexuais dos padres. No entanto, é essencial discutir o estilo de vida e a formação dos padres e esclarecer se isso “leva à excentricidade”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Papa Francisco está ''aberto à discussão da moral sexual'', afirma cardeal Marx - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV