Solenidade de Ação de Graças pela Canonização de São Oscar Romero na Abadia de Westminster

Revista ihu on-line

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Mais Lidos

  • “Existe uma luta política na Igreja, entre os que querem a Igreja sonhada pelo Vaticano II e os que não” constata Arturo Sosa, superior-geral dos jesuítas

    LER MAIS
  • O agrotóxico que matou 50 milhões de abelhas em Santa Catarina em um só mês

    LER MAIS
  • “Estamos diante de uma crise do modelo de civilização”. Entrevista com Donna Haraway

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

22 Novembro 2018

Relevo de São Romero na Abadia de Westminster
Foto: Reprodução ICN

Uma solenidade de Ação de Graças pela Canonização de São Oscar Romero foi realizada na Abadia de Westminster, sábado, dia 17 de novembro. Um mês atrás, no dia 14 de outubro, numa cerimônia na Praça São Pedro em Roma, ele foi canonizado como São Oscar Arnulfo Romero. Sua estátua, que fica sobre a Grande Porta do Leste da Abadia de Westminster (foto) foi inaugurada durante a Conferência de Lambeth de 1998. Romero foi um dos dez mártires do século XX homenageados dessa forma.

A reportagem é publicada por Independent Catholic News - ICN, 20-11-2018. A tradução é de Victor D. Thiesen.

A celebração na Abadia foi conduzida pelo diácono de Westminster, reverendo John Hall, que proferiu a homilia. Jenny Bond, da [Churches Together in England, leu uma outra homilia enunciada por São Oscar Romero em abril de 1978.

“É isto que a Igreja quer: incomodar sua consciência, provocar uma crise nos tempos em que estamos vivendo. Uma Igreja que não toca em algum ponto crítico, um evangelho que não nos deixa desconfortáveis, uma palavra de Deus que, em termos grosseiros, não causa alergia alguma, uma palavra de Deus que não toca nos pecados da sociedade, seria que tipo de evangelho? Preocupações muito bonitas e piedosas que não incomodam ninguém, não ajudam as pessoas em nada. Àqueles pregadores que não desejam conflitos e dificuldades a ninguém e que não esclarecem a realidade em que vivem, falta a coragem de Pedro para dizer à multidão que ainda tem as mãos manchadas de sangue por terem matado a Cristo: ‘Você o matou’! Embora também perdesse a vida por causa dessa acusação, ele a proclamou. É o evangelho corajoso. São as boas novas que vieram a tona para tirar os pecados do mundo”.

A reverenda Jane Sinclair leu Miquéias 6: 6-8. Christine Allen, diretora de Política e Assuntos Públicos da Christian Aid, leu Colossenses 3: 12-17. Orações foram conduzidas pelo reverendo Mark Birch.

A música ficou por conta do Coro da Abadia de Westminster, conduzido por Peter Holder. O órgão foi executado por Matthew Jorysz, organista assistente, e Alexander Hamilton.

O hino marcante, foi feito por James MacMillan, encomendado pela Abadia no ano de 2017 por motivo da comemoração ao centenário do nascimento de Romero. As letra é baseada num sermão que o arcebispo Romero proferiu, implorando por um fim aos assassinatos em seu país.

[Leia na íntegra em inglês o sermão do Reverendo John Hall aqui.]

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Solenidade de Ação de Graças pela Canonização de São Oscar Romero na Abadia de Westminster - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV