Donald Trump: O Papa “não compreende” os problemas dos EUA

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Bispo brasileiro diz que ordenará mulheres ao diaconato se papa permitir

    LER MAIS
  • Príncipe Charles e Bolsonaro: as duas faces da “diplomacia” dos santos

    LER MAIS
  • Nobel de Economia vai para três estudiosos “comprometidos com a luta contra as pobrezas e as desigualdades sociais”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

16 Fevereiro 2016

Donald Trump falou sobre a visita do Papa Francisco à fronteira dos EUA com o México na quinta-feira, dizendo que o líder católico ignora a crise fronteiriça que o país vive.

“Eu penso que o papa é uma pessoa muito politizada”, falou no programa “Varney & Co.” da Fox Business Network.

A reportagem é de Mark Hensch, publicada por The Hill11-02-2016. A tradução de Isaque Gomes Correa.

“Só acho que ele não compreende os problemas que o nosso país tem”, continuou o principal concorrente à eleição presidencial pelo Partido Republicano.

“Não creio que ele compreenda o perigo da fronteira aberta que temos com o México. Acho que o México o levou a fazer esta viagem porque querem manter a fronteira exatamente do jeito como está. Os mexicanos estão fazendo uma fortuna e nós estamos perdendo”.

Francisco planeja viajar pelo México entre os dias 12 e 18 de fevereiro. Na quinta-feira (11 de fev.), a revista Time informou que o pontífice deseja visitar regiões profundamente afetadas por cartéis de drogas, incluindo as cidades de Michoacan e Ciudad Juárez.

“O México da violência, o México da corrupção, o México do tráfico de drogas, o México dos cartéis não é o México que a nossa Mãe quer”, disse o papa sobre esta sua viagem no dia 3 de fevereiro.

A viagem de Francisco difere da última passagem papal pelo país, lê-se no artigo publicado na Time. O então Papa Bento XVI visitou o México em 2012, mas permaneceu no estado de Leon, predominantemente seguro e de maioria católica.

A abordagem de Francisco é diferente também, continua a revista, visto que esta sua ida ao país inclui regiões atormentadas pelo tráfico e por crimes violentos.

O líder espiritual argentino fez da pobreza e das lutas latino-americanas uma parte importante de seu mandato à frente do Vaticano.

Trump repetidas vezes prometeu construir um muro ao longo da fronteira sul dos EUA como um meio de travar a imigração ilegal.

Ele tem frequentemente relacionado os imigrantes ilegais com o comércio de drogas e crimes violentos desde que lançou a sua pré-candidatura ao Salão Oval no ano passado.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Donald Trump: O Papa “não compreende” os problemas dos EUA - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV