A ‘uberização’ e as encruzilhadas do mundo do trabalho

Edição: 503

A Revolução 4.0, a internet das coisas, a inteligência artificial e a impressão 3D já impactam e cada vez mais abalarão os fundamentos da organização do mundo do trabalho na contemporaneidade. Esta grande mutação significará um avanço civilizatório ou radicalizará a barbárie? A revista IHU On-Line, por ocasião do 1º de Maio, Dia dos Trabalhadores e das Trabalhadoras, debate o tema no contexto das discussões que o Instituto Humanitas Unisinos – IHU tem promovido constantemente na sua página eletrônica, nas suas publicações, nos seus eventos, no curso EAD que iniciará proximamente e no ObservaSinos. O debate assume maior urgência e densidade no momento em que o Brasil vive um momento de regressão civilizatória claramente delineada na proposta governamental da reforma previdenciária e da reforma trabalhista, tendo como palavras de ordem flexibilização, precarização e terceirização, que objetivam devastar o campo dos direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras.

'Reforma da Previdência Social e o declínio da Ordem Social Constitucional'

Edição: 480

Em meio a tremenda crise política, econômica e institucional do País, os rumos da seguridade social e o futuro de milhões de brasileiros e brasileiras são tratados nos balcões de negócio do Estado com o sistema financeiro. A assim denominada reforma da previdência, possivelmente em pauta, por iniciativa do Executivo, no Congresso Nacional, é o tema em discussão na edição desta semana da revista IHU On-Line. Como alerta, Guilherme Delgado, economista, “a reforma da Previdência nos termos propostos é apenas o começo do declínio da “Ordem Social Constitucional” de 1988, empurrando o país para uma verdadeira “Ponte para o Passado”.

O mundo do trabalho e a crise sistêmica do capitalismo globalizado

Edição: 291

A Organização Internacional do Trabalho (OIT) publicou recentemente o relatório “Global Employment Trends”, estimando que a recessão global pode gerar em 2009, um contingente adicional de desempregados entre 18 milhões e 30 milhões de pessoas, mas esse número pode chegar a 50 milhões caso o quadro continue se deteriorando. No caso da América Latina e do Caribe, a estimativa é de que os desempregados poderão variar entre 2 milhões e 4 milhões de trabalhadores. Depois de ter tratado, em várias edições anteriores, a crise sistêmica do capitalismo flexível, financeirizado e global, nesta edição a IHU On-Line busca descrever o seu impacto sobre o mundo do trabalho. Giuseppe Cocco, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Waldir Quadros e Dari Krein, da Unicamp, Clemente Ganz Lúcio, diretor-técnico do Dieese, Cesar Sanson, pesquisador do Centro de Pesquisa e Apoio aos Trabalhadores – CEPAT, Marcelo Ribeiro, da USP, Alain Lipietz, deputado europeu, Dominique Méda, do Centro de Estudos do Emprego da França, e Thomas Coutrot, economista francês, contribuem na análise e reflexão do tema de capa desta semana.

Publicações

  • Livros

    Os Direitos Humanos em Face dos Dispositivos de Vigilância e Controle da Cidadania

    Autor: Castor Mari Martin Bartolomé Ruiz e Inácio Neutzling (Orgs.)

    Acessar PDF
  • Cadernos IHU ideias

    255ª edição - Mobilização e ocupações dos espaços físicos e virtuais: possibilidades e limites da reinvenção da política nas metrópoles

    Autor: Marcelo Castañeda

    Acessar PDF
  • Cadernos Teologia Pública

    121ª edição - Viver as Bem-aventuranças numa Igreja em saída

    Autor: Tea Frigerio

    Acessar PDF

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

Mais Lidos