“TerraFutura”: Carlo Petrini conversa com Papa Francisco sobre “ecologia integral” em novo livro

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Brasil pode ter 2021 pior que 2020 mesmo com vacina, diz ex-presidente da Anvisa

    LER MAIS
  • Os 60 bebês do Amazonas: retrato de um futuro asfixiado

    LER MAIS
  • Três grandes ameaças à vida na Terra que devemos enfrentar em 2021. Artigo de Noam Chomsky e Vijay Prashad

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


26 Agosto 2020

No livro, são publicadas três conversas sobre a encíclica Laudato si’ entre o papa e o fundador do Slow Food.

A reportagem é de Domenico Agasso Jr., publicada por Secolo XXI, 25-08-2020. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

O pontífice da “encíclica verde Laudato si’” e o fundador do Slow Food, além de idealizador da rede internacional Terra Madre, dialogaram em três encontros privados sobre “ecologia integral”.

Agora, as conversas entre o Papa Francisco e Carlo (Carlin) Petrini tornam-se públicas em“TerraFutura”, livro que será publicado no dia 9 de setembro.

Em 2015, o Papa Francisco dirigiu ao mundo – não só aos católicos, mas também aos fiéis das outras religiões e aos não crentes – uma exortação de valor espiritual, ético e político, a encíclica Laudato si’: uma “reflexão ao mesmo tempo alegre e dramática” sobre a grave deterioração ambiental do nosso planeta, sobre o desperdício de recursos naturais e humanos provocado por sistemas econômicos e políticos escandalosamente injustos e irresponsáveis.

Ao mesmo tempo, a encíclica é um convite franciscano à “reconexão” com o conjunto das criaturas vivas e com a Terra. Em sintonia com a mensagem de “ecologia integral” lançada pelo Papa Bergoglio, Carlo Petrini – agnóstico e ex-comunista – escrevera o “Guia para a leitura da Laudato si’”, publicado pelas Edições San Paolo.

A sua partilha de um compromisso global para “cultivar e conservar” os bens humanos e terrenos, prosseguindo com o pragmatismo revolucionário para uma vida em harmonia consigo mesmos, com a própria comunidade e com a natureza, foi aprofundada durante eventos cruciais, incluindo o Sínodo Pan-Amazônico de outubro de 2019.

De Carlo Petrini, foi publicado agora o livro “TerraFutura. Dialoghi con Papa Francesco sull’ecologia integrale” [TerraFutura. Diálogos com o Papa Francisco sobre ecologia integral] (Giunti-Slow Food Editore, 240 páginas), que representa mais um passo radical rumo à ecologia integral e sr abre com três diálogos entre Francisco e o próprio Petrini.

No clima amigável e franco dos três encontros, destaca-se a comunhão de pontos de vista, a consciência da gravidade, mas também a confiança no compromisso cotidiano e comunitário, porque, como afirma o Papa Francisco, “não há ecologia sem justiça, não se cuida do meio ambiente se as relações entre os seres humanos estão viciadas por desequilíbrios econômicos e culturais exasperados”, lembra o Slow Food.

O livro, que estará nas livrarias [italianas] no dia 9 de setembro, será apresentado no dia 8 de setembro na Sala Marconi, da Rádio Vaticano, em uma coletiva de imprensa das qual participarão, junto com Petrini, o bispo de Rieti, Dom Domenico Pompili, e o diretor da revista La Civiltà Cattolica, Pe. Antonio Spadaro.

Os valores obtidos com o livro serão destinados à reforma de um edifício danificado pelo terremoto em Amatrice, para torná-lo a sede do centro internacional de estudos dedicado à ecologia integral, a “Casa Futuro – Centro de Estudos Laudato si’, onde jovens e menos jovens poderão criar caminhos de reflexão coletiva, frequentar cursos de formação e participar de eventos educativos.

Em uma entrevista ao La Stampa durante o Sínodo para a Amazônia, Petrini afirmou que “o alcance da Laudato si’ ainda não foi bem compreendido e metabolizado. É um texto revolucionário e de grande atualidade para ser trabalhado e implementado juntos, crentes e não crentes, em favor da salvaguarda da saúde humana, do ambiente, do trabalho agrícola, especialmente das populações dos continentes mais pobres, e do sustento da casa comum em nível global. É um documento de ecologia integral que interessa à sociedade e ao ser humano na sua totalidade”.

Petrini explicou que a ecologia integral é “a conexão fundamental entre o ambiente e a saúde”, e identificou, entre as principais urgências ambientais, “a crise climática, a perda de biodiversidade, o colapso dos biossistemas. Estamos andando rapidamente rumo ao abismo. Não podemos mais fingir que nada está acontecendo”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

“TerraFutura”: Carlo Petrini conversa com Papa Francisco sobre “ecologia integral” em novo livro - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV