Dr. Anthony Fauci a formandos jesuítas: ‘Agora é a hora de cuidarmos desinteressadamente uns dos outros’

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “O Papa se cansou dos ‘tesouros’. Há anos desejava a reforma das finanças”. Entrevista com Oscar Andres Maradiaga

    LER MAIS
  • Agro é fogo: Queimadas são crimes do agronegócio!

    LER MAIS
  • “Não podemos esperar que o atual modelo econômico resolva os nossos problemas. Não resolveu e não resolverá”, constata o Papa

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


16 Mai 2020

Em uma mensagem de vídeo divulgada no início desta semana, o Dr. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas, órgão ligado aos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA, e figura importante na luta contra a pandemia de coronavírus, discursou a formandos de escolas secundárias jesuítas de todo o país.

A reportagem é de James T. Keane, publicada por America, 12-05-2020. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

O vídeo mostra Fauci depondo diante do Comitê do Senado sobre Saúde, Educação, Trabalho e Pensões. O imunologista está observando uma “quarentena modificada” depois de entrar em contato com um funcionário da Casa Branca que testou positivo para o coronavírus.

“Hoje, as nossas vidas foram alteradas por uma pandemia mundial verdadeiramente histórica. Tenho a plena ciência de que se formar nesse período – praticamente, sem os amigos, colegas e professores por perto – é extremamente difícil”, disse Fauci. “Mas aguentem firme. Precisamos que vocês sejam inteligentes, fortes e resilientes. Com disciplina e empatia, iremos, todos juntos, superar esta crise”.

O vídeo foi feito após o pedido do padre jesuíta Daniel Lahart, diretor da Regis High School, em Nova York, alma mater do Dr. Fauci, para que este gravasse um breve discurso à turma de formandos da escola. “Como a maioria das escolas, não iremos nos reunir em junho para as nossas formaturas”, disse Lahart à revista America. “Como equipe, conversamos longamente sobre como marcar nosso dia de formatura para que fosse especial. Só mais um encontro via Zoom não vai funcionar”.

Depois que um outro padre jesuíta, Jeff Johnson, reitor da Strake Jesuit College Preparatory, em Houston (onde Lahart fora reitor também), mencionou que havia tido uma ideia parecida, o Pe. Lahart contatou Fauci perguntando se poderia fazer um segundo vídeo, não restrito aos alunos da Regis School, mas que pudesse ser compartilhado com outras escolas jesuítas. “Foi um pedido audacioso a alguém incrivelmente ocupado e preocupado com a saúde mundial”, comentou Lahart. “Mas ele fala com tanta facilidade sobre o que a sua formação jesuíta significa para ele, que achei que não levaria muito tempo para que gravasse mais um vídeo”.

“Todo formando jesuíta pode se orgulhar de saber que faz parte de um sistema educacional com quase cinco séculos de idade e que impactou a vida ou tantas pessoas ao redor do mundo”, continuou o Pe. Lahart. “Hoje, podemos nos orgulhar de que a pessoa que provavelmente é a mais confiável nos Estados Unidos se formou em uma escola e em uma faculdade jesuítas. Ele se orgulha muito de sua formação jesuíta e, como orgulhosamente costuma dizer, foi esta formação que moldou sua vida e sua carreira”.

Anthony Fauci nasceu em Bensonhurst, no Brooklyn, em 1940, e acabou os estudos secundários na Regis High School em 1958. Na época, esperava-se que os candidatos a ingressar na instituição estivessem entre os melhores alunos de suas respectivas turmas, necessitando passar por um exame de admissão rigoroso. As matrículas se restringiam ao número de 140 por ano. A escola foi fundada em 1914 com uma doação financeira grande de Julia M. Grant, viúva do prefeito de Nova York Hugh J. Grant. Os termos da doação incluíam que a escola não cobrasse mensalidades de seus alunos, política em vigor ainda hoje.

“Costumo dizer que foi a melhor experiência educacional que eu poderia imaginar”, observou Fauci no vídeo. “Eu me vi imerso no rigor intelectual de uma educação jesuíta”. Tom McCorry, colega de classe de Fauci (ambos foram também colegas no time de basquete da escola; Fauci seria o capitão da equipe em 1958; mais tarde, McCorry se tornaria treinador de basquete universitário), disse à America que a Regis “era uma instituição acadêmica de ponta, assim como a educação jesuíta em geral é muito avançada. Tínhamos quatro anos de latim, quatro de grego e alguns de francês ou alemão. Era uma escola e tanto, e Fauci se destacava em vários sentidos”.

“Ele era muito astuto, quieto, mas um líder”, lembrou McCorry. “Ele ainda hoje mostra essas qualidades. Quando as pessoas criticam algo [nas entrevistas na Casa Branca], não o vemos perder a paciência. Vemos ele dar respostas comedias, com base nos fatos”.

O Dr. Anthony Fauci formou-se pela College of the Holy Cross, em Massachusetts, no ano de 1962, e doutorou-se em medicina pela Weill Medical College, da Universidade Cornell, em 1966. Ele trabalhou ao lado de seis presidentes americanos, começando com Ronald Reagan, em 1984. Em 2019, visitando a Regis School, ele observou que pôde trabalhar com diversos presidentes porque “sou quase completamente apolítico”. Considerado o principal especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos, Fauci trabalhou na resposta federal contra os surtos de a aids, zika, antraz e ebola; hoje faz parte da força-tarefa de coronavírus da Casa Branca. Em 2008, ele recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade.

Fauci disse que foi na Regis High School onde aprendeu sobre “a precisão do pensamento e a economia da expressão”, acrescentando que estes dois hábitos “constituem a maneira como penso, com escrevo e como me comunico com o público todos os dias, especialmente em momentos perturbadores com este que vivemos hoje. A mesma importância tem, no entanto, a ênfase jesuíta na justiça social e no serviço ao próximo. Agora é a hora de cuidarmos desinteressadamente uns dos outros”.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Dr. Anthony Fauci a formandos jesuítas: ‘Agora é a hora de cuidarmos desinteressadamente uns dos outros’ - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV