Tolentino de Mendonça, Zuppi e Cznerny, três cardeais com trajetórias peculiares

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A economista que defende uma mudança radical do capitalismo para o mundo pós-pandemia

    LER MAIS
  • Pedro Casaldáliga: sua Morte dá Sentido ao seu Credo

    LER MAIS
  • Três transições necessárias

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


02 Setembro 2019

Michael Czerny, SJ

Foto: www.crc-canada.org

Nasceu na então Thecoslovaquia em 1946 e ingressou na Companhia de Jesus, em 1963.

Em 1973 foi ordenado padre na Província da Companhia de Jesus no Canadá.

Em 1978 doutorou-se em Estudos Interdisciplinares na Universidade de Chicago.

Em 1979, em Toronto, fundou o Centro dos Jesuítas para a Fé e a Justiça Social e foi seu diretor até 1989, quando, em consequência do assassinato dos seis jesuítas (Ignacio Ellacuría e companheiros) na Universidade Centro-Americana – UCA de San Salvador onde, em 1991 foi vice-reitor da UCA e Diretor do Instituto para os Direitos Humanos do mesmo Centro.

De 1992 a 2002, foi Secretário para a Justiça Social junto a Cúria Geral da Companhia de Jesus. Nesse período esteve várias vezes no Brasil acompanhando e assessorando os centros sociais da Companhia de Jesus no País. Este secretariado foi criado pelo Padre Pedro Arrupe, Superior Geral da Companhia de Jesus, e que celebra, neste ano, o seu 50º aniversário.

Depois, sucessivamente, trabalhou na África como fundador e Diretor do African Jesuit AIDS Network – AJAN, Rede de sustentação para os jesuítas africanos comprometidos em dar respostas à pandemia de HIV/AIDS.

A partir de 2005, lecionou no Hekina College, na Catholic University of Eastern Africa de Nairobi, colaborando com Conferência Episcopal do Quênia.

Em 2009, Bento XVI o nomeou expert do Sínodo dos Bispos para a África.

Desde 2010 é consultor do Pontifício Conselho de Justiça e Paz.

No dia 14 de dezembro de 2016, o Papa Francisco o nomeou Sub-Secretário da Seção do Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral que se ocupa especificamente aos assuntos concernentes aos prófugos e migrantes.

Em outubro de 2018 foi membro do Sínodo dos jovens e em 2019, Secretário especial do Sínodo para a região pan-amazônica.

 

Matteo Zuppi, arcebispo de Bolonha

Foto: Reprodução YouTube

Nasceu em Roma, no dia 11 de outubro de 1955.

Entrou no Seminário de Palestrina e se preparou para o sacerdócio na Universidade Lateranense e estudou Letras e Filosofia na Universidade de Roma. É padre desde 1981, incardinado na diocese de Roma.

Entre outros encargos, foi pároco de Santa Maria in Trastevere e assistente eclesiástico Geral da Comunidade de Santo Egídio. Foi nomeado bispo auxiliar de Roma em 2012.

Em 2015, foi nomeado arcebispo de Bolonha, Itália, pelo Papa Francisco.

 

José Tolentino Calaça de Mendonça

Foto: Unicap

Nasceu em Madeira, Portugal, 15-12-1965.

Foi ordenado padre pela diocese de Funchal – Madeira, em 1990. Cursou a Teologia na Universidade Católica Portuguesa, Lisboa, e a Licenza em Ciências Bíblicas no Pontifício Instituto Bíblico de Roma, em 1989. É doutor em Teologia Bíblica pela Universidade Católica Portuguesa, em 2004. Foi reitor do Pontifício Colégio Português, em Roma, vice-reitor e professor da Universidade Católica Portuguesa em Lisboa.

Desde 2011 é consultor do Pontifício Conselho da Cultura.

Publicou numerosos volumes e artigos no âmbito teológico e exegético, além de várias obras poéticas. Muitas de suas obras foram publicadas também no Brasil.

Em 2018 foi nomeado pelo Papa Francisco como Arquivista e Bibliotecário da Santa Igreja e elevado ao mesmo tempo à sede titular de Suava, com dignidade de Arcebispo.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Tolentino de Mendonça, Zuppi e Cznerny, três cardeais com trajetórias peculiares - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV