Revista feminina do Vaticano estreia nova direção após renúncia da anterior

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Padres despedaçados. Artigo de Pietro Parolin

    LER MAIS
  • Na igreja do Papa Francisco, os movimentos estão parando

    LER MAIS
  • Abusos, sínodo e a falsa prudência

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Mai 2019

O caderno feminino Donne Chiesa Mondo do jornal do Vaticano L'Osservatore Romano tem um novo comitê de direção, que será coordenado por Rita Pinci, jornalista da televisão católica italiana TV2000, após a demissão em bloco da ex-diretora, Lucetta Scaraffia, e sua equipe no mês passado.

A reportagem foi publicada La Vanguardia, 30-04-2019. A tradução é de Wagner Fernandes de Azevedo

O L'Osservatore Romano informou hoje que a edição de maio do caderno das mulheres sairá regularmente e comunicou o nome do novo comitê diretor formado pela coordenadora e oito mulheres, incluindo a espanhola Marta Rodriguez Diaz, assim como quatro redatoras.

Nesta nova equipe não há religiosas.

O caderno não terá a figura de uma diretora, como era a historiadora e intelectual Scaraffia, que denunciou em seu editorial de despedida que tinham sido "desacreditadas" e que se queria pôr o controle aos homens.

Scaraffia também denunciou a intenção do diretor do "L'Osservatore Romano", Andrea Monda, de querer dirigir também o suplemento feminino.

Esta revista tinha ecoado, em suas edições passadas, tanto o abuso sexual e de poder por parte dos religiosos contra as freiras, quanto os maus-tratos às religiosas, relegadas a serem as "servas" do clero masculino.

A nova coordenadora vem do canal TV2000, financiado pela Conferência Episcopal Italiana, do qual Paolo Ruffini, que é o atual prefeito da Secretaria de Comunicação do Vaticano, foi diretor.

Em sua carta de apresentação, Pinci expressa sua felicidade pela tarefa e garante que recebeu "total liberdade".

"Eu não sou uma teóloga, uma historiadora da Igreja, nem uma especialista em questões do Vaticano. Sou jornalista e crente", diz Pinci, que acredita que "a Igreja precisa dos olhos e da voz das mulheres, que representam metade dos fiéis".

O comitê de direção inclui a espanhola Marta Rodriguez Diaz, do movimento Regnum Christi, e desde 2010 dirige o Instituto de Estudos Superiores sobre a mulher, do Ateneu Pontificio Regina Apostolorum.

Além disso, várias redatoras de cultura do L'Ossevatore Romano: a alemã Yvonne Dohna Schlobitten, professora de Filologia e História da Arte Cristã; a professora de estudos islâmicos Shahrzad Houshmand; e a americana Amy Jill Levine, escritora e professora de Estudos do Novo Testamento, entre outras.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Revista feminina do Vaticano estreia nova direção após renúncia da anterior - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV