Laicato deve ter uma função importante na luta contra o clericalismo, diz cardeal

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • Instrumentum Laboris do Sínodo para a Amazônia, um novo passo de “um 'kairós' para a Igreja e o mundo”

    LER MAIS
  • “Minha filha trans e católica é uma prova viva de como o Vaticano está errado em relação ao gênero”

    LER MAIS
  • Anule-se tudo que aconteceu a partir da criação da Lava Jato

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

06 Setembro 2018

O clericalismo levou a uma visão da distorcida da autoridade que contribuiu para os problemas de abuso sexual e para o abuso de poder e de consciência, afetando a Igreja Católica, disse o chefe da Congregação para o Clero do Vaticano.

A reportagem é de Junno Arocho Esteves, publicada por Catholic News Service, 05-09-2018. A tradução é de Victor D. Thiesen.

O Cardeal Beniamino Stella, presidente da Congregação para o Clero, disse que a crise que a igreja enfrenta não seria tão grave se o laicato estivesse mais envolvido com a formação de padres.

“Mesmo que o trabalho do dicastério prove que muitas das situações de vida dos padres - geradas pela solidão, cansaço e desentendimentos - não teriam degenerado ou teriam sido resolvidas a tempo se tivesse uma escuta, um acompanhamento e um compartilhamento por parte dos bispos e de toda a comunidade cristã”, disse Stella, no dia 03 de setembro na cidade de Fátima, em Portugal.

Dedicando sua fala ao ministério sacerdotal de acordo com os ensinamentos do Papa Francisco, o cardeal disse que os padres têm o dever de serem “discípulos permanentes do Senhor”, que estarão sempre na guarda contra a tentação de “se sentirem realizados.”

“Para ser e se sentir como um discípulo significa evitar os riscos do hábito, da indiferença, da rotina e da ‘síndrome corporativa executiva’, evitando, dessa forma, contrair o que Papa Francisco definiu como ‘Alzheimer espiritual’”, disse o cardeal.

Em relação aos eventos recentes, incluindo a denúncia do Grande Júri da Pensilvânia e da carta do papa do dia 20 de agosto sobre a crise dos abusos, Stella disse que resolver o problema dos abusos não depende “exclusivamente da hierarquia e dos sacerdotes.”

“Pelo contrário, precisamente o clericalismo, e em parte a redução da igreja a uma classe de elite, geraram uma forma anômala de compreender a autoridade que desvalorizou a graça do batismo e, não raramente, contribuiu para formas de abuso, especialmente na consciência das pessoas”, disse Stella.

Os leigos, acrescentou, podem contribuir para “a formação humana essencial dos padres e para a solidariedade espiritual necessária de sua vida.”

Citando a carta do Papa Francisco, o cardeal disse que o único jeito de erradicar o mal dos abusos sexuais e dos abusos de consciência e poder é “entender isso como uma tarefa para todos nós, o povo de Deus.”

“Juntos, os padres e os leigos, como um único povo de Deus - cada um de acordo com a especificidade de sua vocação - estamos convidados a caminhar e trabalhar a serviço do Reino de Deus, ajudando-nos uns aos outros e compartilhando as alegrias, as dificuldades e os sofrimentos com amor fraterno”, disse Stella.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Laicato deve ter uma função importante na luta contra o clericalismo, diz cardeal - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV