Peru. O novo cardeal Barreto promoverá um encontro do Papa com as vítimas do Sodalício

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • A revisão da excomunhão de Lutero em tempos de covid-19. Um apelo para a superação de toda forma de exclusão

    LER MAIS
  • A crise de uma humanidade que não consegue se tornar humana, segundo Edgar Morin

    LER MAIS
  • Análise de conjuntura. Artigo de Pedro A. Ribeiro de Oliveira

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


31 Mai 2018

O cardeal peruano Pedro Barreto, designado como tal pelo Papa Francisco, na semana passada, destacou nesta terça-feira que, “é claro”, apoiaria um encontro entre o Sumo Pontífice e as vítimas de abuso sexual da organização católica peruana Sodalício de Vida Cristã.

A reportagem é publicada por Religión Digital, 30-05-2018. A tradução é do Cepat.

Foi o que o purpurado manifestou em uma entrevista a RPP Noticias, quando consultado se estimularia uma reunião entre Francisco e as vítimas do Sodalício, assim como ocorreu em maio passado, quando o Pontífice recebeu no Vaticano três das vítimas chilenas de abusos sexuais cometidos por sacerdotes.

Nesse sentido, expressou que Francisco está “muito interessado” nestes temas, assim como é possível apreciar no “exemplo mais palpável”, quando “o Papa pediu perdão (às vítimas chilenas) e manifestou que havia se equivocado e que tinha sido mal informado”.

Tal ação, segundo o cardeal Barreto, demonstra um modo de proceder de Francisco que é consistente com a promessa que realizou em Roma, ao retornar de sua viagem apostólica ao Chile e Peru, de aplicar um princípio de “tolerância zero” aos abusos de menores por membros da Igreja.

O cardeal Barreto, arcebispo da cidade andina de Huancayo, também adiantou que “no mais tardar, no dia 8 de junho”, a Conferência Episcopal Peruana emitirá um comunicado aprovado pelo Pontífice, no qual comunicará a sentença imposta ao fundador do Sodalício, Luis Fernando Figari.

No Peru, ao menos umas 36 pessoas, 19 delas menores, foram supostamente vítimas de abusos sexuais, entre 1975 e 2002, por parte dos líderes da organização, entre eles seu fundador, o peruano Luis Figari.

Segundo um relatório elaborado por um grupo de investigação interna do grupo religioso, além de Figari, que se encontra em Roma afastado da congregação e à espera de uma sentença final, os outros agressores sexuais identificados são o falecido Germán Doig, Virgilio Levaggi e Jeffrey Daniels, os dois últimos já retirados da sociedade.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Peru. O novo cardeal Barreto promoverá um encontro do Papa com as vítimas do Sodalício - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV