Mons. Bertomeu: ''O papa é um homem de palavra e tomará medidas concretas de curto prazo''

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Párocos, franciscanos, ex-núncios: os treze novos cardeais de Francisco ampliam as fronteiras do Colégio cardinalício

    LER MAIS
  • Milícias do Rio mantêm parceria com polícia, facções e igrejas pentecostais, aponta estudo

    LER MAIS
  • “Temos que entrar em sintonia com o caos”, avalia Franco “Bifo” Berardi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


18 Mai 2018

De acordo com a agência Télam, o Mons. Jordi Bertomeu, em uma breve conversa com os jornalistas nessa quinta-feira, 17, quando começava no Vaticano o terceiro encontro do papa com os 34 bispos do Chile, disse: “Eu acredito que haverá medidas concretas de curto prazo. O papa é um homem de palavra e, se disse, fará”.

A reportagem é de Il Sismografo, 17-05-2018. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Nessa quinta-feira de manhã e à tarde, ocorreram os últimos encontros do Santo Padre com 31 bispos chilenos no cargo e mais três eméritos. Entre esses 34 prelados, havia dois dos três cardeais do país sul-americano, muito discutidos e contestados por várias partes: o arcebispo emérito de Santiago do Chile, cardeal Francisco Javier Errázuriz (Schönstatt, 86 anos) e o arcebispo atual, Ricardo Ezzati (salesiano, 77 anos), com os quais, no fim, se não houve mudanças de última hora no programa, o Papa Francisco deve ter encontrado quatro vezes: na terça-feira à tarde, na quarta-feira à tarde e na quinta-feira de manhã e de tarde). Ao todo, poderia haver pelo menos seis horas de conversas coletivas. Não se devem excluir também diversas conversas bilaterais com bispos individuais.

Em ambientes jornalísticos, esperava-se para a noite dessa quinta-feira uma breve nota para explicar o fim dos encontros e a continuidade do processo posto em marcha nos últimos dias.

O Mons. Bertomeu era o assistente da Congregação para a Doutrina da Fé que acompanhou o arcebispo de La Valleta (Malta), Dom Charles Scicluna, enviado do Santo Padre ao Chile, em fevereiro, para aprofundar algumas questões do caso do bispo Juan Barros, de Osorno, acusado de ter encoberto os abusos sexuais do Pe. Karadima.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Mons. Bertomeu: ''O papa é um homem de palavra e tomará medidas concretas de curto prazo'' - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV