Sudão do Sul. O primado compartilhado. Retiro espiritual dos líderes em busca da paz, acompanhados pelo Papa Francisco e pelo Arcebispo Justin Welby

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • Não posso me calar

    LER MAIS
  • Estudantes, trabalhadores e sonhadores. Quem eram os jovens que morreram após ação da PM em baile funk

    LER MAIS
  • O fim do indivíduo. Viagem de um filósofo à terra da inteligência artificial

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

10 Abril 2019

Declaração do Diretor “interino” da Sala de Imprensa da Santa Sé, Alessandro Gisotti.

A declaração é publicada por Sala de Imprensa da Santa Sé, 09-04-2019. A tradução é de Luisa Rabolini

O Santo Padre Francisco aprovou a proposta apresentada pelo arcebispo de Canterbury, Arcebispo Justin Welby, de organizar um retiro espiritual que acontecerá no Vaticano, na Domus Sanctae Marthae, nos dias 10 e 11 de abril, com a participação das mais altas autoridades civis e eclesiásticas do Sudão do Sul.

Por parte das autoridades civis, participarão do evento os membros da Presidência da República do Sudão do Sul, que nos termos do Revitalised Agreement on the Resolution of Conflict in South Sudan assumirão altos cargos de responsabilidade nacionais em 12 de maio próximo: Sr. Salva Kiir Mayardit, Presidente da República, bem como quatro dos cinco vice-presidentes indicados, o Sr. Riek Machar Teny Dhurgon, o Sr. James Wani Igga, o Sr. Taban Deng Gai e a Sra. Rebecca Nyandeng De Mabior. Por parte das autoridades eclesiásticas do país, os oito membros do Conselho das Igrejas do Sudão do Sul participarão do retiro. Os pregadores do retiro serão o Arcebispo John Baptist Odama, Arcebispo de Gulu (Uganda), e o Rev. padre Agbonkhianmeghe Orobator, SI, Presidente da Conferência dos Superiores Maiores da África e Madagascar.

 (Fonte do mapa: Britannica Escola)

Este evento, que é ao mesmo tempo ecumênico e diplomático, é organizado por acordo mútuo entre a Secretaria de Estado e o Escritório do Arcebispo de Canterbury, com o objetivo de oferecer, por parte da Igreja, uma oportunidade proveitosa para a reflexão e a oração, bem como para o encontro e a reconciliação, num espírito de respeito e de confiança, para aqueles que neste momento têm a missão e a responsabilidade de trabalhar por um futuro de paz e prosperidade para o povo sudanês do sul.

O momento final do retiro ocorrerá na tarde da quinta-feira 11 de abril, quando, às 17 horas, o Santo Padre fará seu discurso. Mais tarde, os participantes do retiro receberão uma Bíblia assinada por Sua Santidade o Papa Francisco, Sua Graça Justin Welby, Arcebispo de Canterbury, e pelo Rev. John Chalmers, ex-Moderador da Igreja Presbiteriana da Escócia, com a mensagem “Busque o que une. Supere o que divide”. Finalmente, a bênção será dada aos líderes do Sudão do Sul, que assumirão um compromisso comum pela paz.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sudão do Sul. O primado compartilhado. Retiro espiritual dos líderes em busca da paz, acompanhados pelo Papa Francisco e pelo Arcebispo Justin Welby - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV