Alimentação orgânica e segurança alimentar no dia a dia

Revista ihu on-line

Do ethos ao business em tempos de “Future-se”

Edição: 539

Leia mais

Grande Sertão: Veredas. Travessias

Edição: 538

Leia mais

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Mais Lidos

  • A CNBB urge o governo a tomar “medidas sérias para salvar uma região determinante no equilíbrio ecológico do planeta”

    LER MAIS
  • Planeta em chamas. Artigo de Eliane Brum

    LER MAIS
  • 10 mapas e imagens de satélite internacionais que mostram a dimensão das queimadas no Brasil

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: Pâmella Atkinson e Marilene Maia | 13 Setembro 2018

A alimentação é um direito humano garantidor da vida, e o alimento com qualidade garante a saúde das pessoas e do planeta. A alimentação faz parte do cotidiano das pessoas que, muitas vezes, na pressa de seus afazeres, acabam despreocupadas com os produtos que estão ingerindo. Além do uso de pesticidas e agrotóxicos, que fazem mal à saúde de quem os consome, muitos destes alimentos são plantados à base de irrigação intensiva e manejo inadequado do solo, causando impactos prejudiciais também ao meio ambiente.

Francisco Klein é uma das pessoas que inverte esta lógica e busca levar alimentos orgânicos de qualidade para a mesa dos consumidores de São Leopoldo. O produtor de agricultura familiar possui sua horta ao lado de casa, onde cuida da plantação de diversos tipos de vegetais, junto com sua esposa.

No mês de agosto, a EcoFeira Unisinos promoveu a oficina “Segurança Alimentar, nutrição e qualidade de vida”, ministrada pela acadêmica de Gastronomia da Unisinos Márcia Tomiazzo. Toda quarta-feira ocorre alguma atividade cultural junto à feira, mas, dessa vez, a oficina trouxe novidades. Além de ensinamentos sobre o cuidado com o preparo, manejo e higienização dos alimentos, Márcia ensinou aos participantes uma receita preparada apenas com ingredientes encontrados na EcoFeira.

A ideia da iniciativa é não apenas dar dicas de melhores formas de consumo e manipulação dos alimentos, mas indicar opções próximas a eles. Por isso, Francisco Klein, Camila Kauer e Regina Silva, expositores na feira da Unisinos, participaram da oficina, junto com alunos, funcionários e professores da universidade.
Márcia chamou a atenção da turma sobre os cuidados no preparo dos alimentos e mostrou como cuidar melhor tanto da nossa saúde, quanto da natureza.

Buscar por alimentos que sejam típicos da estação e da região ajuda a encontrar alternativas mais saborosas. Além disso, o ideal é sempre optar por produtos orgânicos, pois são mais ricos em nutrientes.



Márcia preparou para a turma uma receita que levou apenas ingredientes encontrados na EcoFeira (Foto: Lucas Schardong/IHU)

A acadêmica do curso de Gastronomia da Unisinos atenta para a higienização de cada alimento. Tudo deve ser muito bem lavado, mas muitas vezes a água não é o suficiente. “O que é comprovado cientificamente é o uso da água sanitária. A medida é de uma colher de sopa por litro d’água”, explica. O ideal seria fazer esse processo de lavagem com todas as frutas, verduras e folhas. “Às vezes nas plantações tem algum inseto que passa por ali e também tem muitas bactérias que permanecem nos alimentos mesmo depois da passagem por água fervente”, alerta.

De acordo com Márcia, um terço de tudo o que é produzido no país acaba sendo descartado. “O desperdício inicia já na produção. Depois tem o deslocamento, a manipulação e ainda o consumidor final, que somos nós.” A ideia de Márcia como gastrônoma é justamente trabalhar para o melhor aproveitamento desses alimentos. Utilizando cascas e sementes, por exemplo, na preparação de refeições. Assim, além de evitar o desperdício, a população consumiria todos os nutrientes oferecidos pela natureza.

Na terça-feira anterior ao evento, Márcia, juntamente com a equipe do ObservaSinos, foi visitar a plantação de Francisco. Lá foi realizada a colheita dos alimentos que seriam apresentados na oficina, todos livres de agrotóxicos e desenvolvidos em harmonia com o meio ambiente.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Alimentação orgânica e segurança alimentar no dia a dia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV