Migrantes, o Papa: em frente sem preconceitos, não fechar as portas às suas esperanças

Revista ihu on-line

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Mais Lidos

  • Para ser ouvida, a Igreja precisa mudar de método. Entrevista com Jean-Claude Hollerich, relator do próximo Sínodo

    LER MAIS
  • A Europa e a guerra da Ucrânia. Artigo de Boaventura de Sousa Santos

    LER MAIS
  • “O virtual não pode ser tudo, porque se for tudo, a vida não faz sentido”. Entrevista com Cédric Durand

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


27 Setembro 2021

 

Depois do Angelus, o apelo de Francisco para o 107º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado: “Coloquemo-nos ao lado dos mais vulneráveis”. O convite para parar ao lado do monumento na Praça São Pedro dedicado aos que fogem de suas terras. Uma oração pelas populações atingidas pela erupção do vulcão em La Palma, nas Ilhas Canárias.

A reportagem é de Salvatore Cernuzio, publicada por Vatican News, 26-09-2021. A tradução é de Luisa Rabolini.

“Vamos caminhar juntos sem preconceitos e sem medos, colocando-nos ao lado dos mais vulneráveis”. No 107º Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, o Papa Francisco mais uma vez convida toda a humanidade - não apenas os crentes - a estender a mão a essas pessoas que sofrem: “Migrantes, refugiados, deslocados, vítimas do tráfico e abandonados”. O caminho a seguir é aquele “rumo a um Nós cada vez maior”, que é precisamente o tema da recorrência de hoje.

 

Ouça a mensagem com a voz do Papa.

 

Não excluir ninguém

 

Da janela do Palácio Apostólico, depois da catequese do Angelus, durante a qual já havia reiterado o convite a ser "comunidades humildes e abertas", o Pontífice lança um apelo claro:

"Somos chamados a construir um mundo cada vez mais inclusivo, que não exclua ninguém”.

 

O monumento "Angels Unawares"

 

Por fim, o Pontífice pede a todos os presentes, antes de deixar a Praça São Pedro, que se aproximem do monumento "Angels Unawares" (Anjos desconhecedores), uma escultura em mármore negro criada pelo artista canadense Timothy Schmalz, com inspiração do Cardeal Michael Czerny, Subsecretário da Seção de Migrantes e Refugiados do Dicastério para o Desenvolvimento Humano Integral. A escultura foi inaugurada em 2019 pelo próprio Papa Francisco. Feito em tamanho natural, retrata um grupo de migrantes e refugiados de diferentes contextos culturais e períodos históricos, todos juntos em uma jangada. Uma cópia foi exibida nos Estados Unidos. Na Praça São Pedro situa-se na colunata esquerda, olhando para a Basílica, como advertência e mensagem sobre o drama das migrações, com clara referência às palavras do apóstolo Paulo na Epístola aos Hebreus: “Não esqueçam a hospitalidade; alguns, praticando-a, sem saber acolheram anjos”.

 

O Papa Francisco cumprimenta o escultor Timothy Schmalz na inauguração do monumento aos migrantes e refugiados, “Angels Unawares”, na Praça São Pedro, Dia Mundial do Migrante e do Refugiado, 29-09-2019.
(Foto: Wikimedia Commons/Itravella)

 

Demorar sobre o olhar dos migrantes

 

Ao lado do monumento, durante todo o Angelus de hoje, estão o Cardeal Czerny e o Padre Fabio Baggio, também subsecretário do Dicastério, junto com os participantes da marcha promovida pela Caritas italiana, da qual participam também outras realidades como a Fundação Migrantes, Santo Egídio, a Rede Franciscana para os Migrantes, o Movimento Laudato Si' e outras. Apontando para eles, o Papa diz:

“Antes de sair da praça, convido-vos a se aproximarem daquele monumento ali, onde está o Cardeal Czerny: o barco com os migrantes e a deter-se no olhar daquelas pessoas e a captar em seu olhar a esperança que hoje todo migrante tem de poder começar a viver. Passem por lá. Olhem para aquele monumento. Não vamos fechar as portas às suas esperanças”.

 

 

 

Leia mais

 

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Migrantes, o Papa: em frente sem preconceitos, não fechar as portas às suas esperanças - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV