Imazon: Em abril foram detectados 101 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • ‘Cultura do descarte e do ódio’ de governantes atuais lembra Hitler, confessa papa Francisco

    LER MAIS
  • Bolívia. “O elemento central da derrubada de Evo Morales não é a direita, mas o levante popular”. Entrevista com Fabio Luís Barbosa dos Santos

    LER MAIS
  • O que suponho que Lula deveria dizer. Artigo de Tarso Genro

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

23 Maio 2014

Em abril de 2014, a maioria (59%) da área florestal da Amazônia Legal estava coberta por nuvens, uma cobertura superior a de abril de 2013 (55%), o que reduziu a capacidade de detecção do desmatamento e da degradação florestal na região. Os Estados com maior cobertura de nuvem foram Amapá (91%), Roraima (80%) e Pará (76%). O Estado do Mato Grosso apresentou baixa cobertura de nuvem (12%), tornando possível a detecção de desmatamento e degradação florestal que ocorreram em áreas que estavam sob nuvem em meses anteriores.

A reportagem é da Imazon, reproduzida pelo sítio amazonia.org.br, 22-05-2014

No período analisado, e sob essas condições de nuvem, foram detectados pelo SAD 101 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia Legal. Isso representa uma redução de 28% em relação a abril de 2013 quando o desmatamento somou 140 quilômetros quadrados.

O desmatamento acumulado no período de agosto de 2013 a abril de 2014, correspondendo aos nove primeiros meses do calendário atual de desmatamento, totalizando 662 quilômetros quadrados. Houve redução do desmatamento acumulado de 58% em relação ao período anterior (agosto de 2012 a abril de 2013) quando o desmatamento somou 1.570 quilômetros quadrados.

As florestas degradadas somaram 189 quilômetros quadrados em abril de 2014. Em relação a abril de 2013 houve aumento de 1980% quando a degradação florestal somou 9 quilômetros quadrados. A grande maioria (92%) ocorreu no Mato Grosso, seguido por Rondônia (7%) e Roraima (1%).

A degradação florestal acumulada no período de agosto de 2013 a abril de 2014 totalizou 407 quilômetros quadrados. Em relação ao período anterior (agosto de 2012 a abril de 2013) houve redução de 67% quando a degradação florestal somou 1.219 quilômetros quadrados.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Imazon: Em abril foram detectados 101 quilômetros quadrados de desmatamento na Amazônia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV