L’Osservatore Romano critica revista católica francesa por defender o casamento gay

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • O que deve ser cancelado? Eis a questão

    LER MAIS
  • Cardeal Luis Antonio Tagle: a melhor nomeação do papa

    LER MAIS
  • CNBB emite nota sobre o desrespeito à fé cristã

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

Por: André | 19 Dezembro 2012

O jornal do Vaticano, o L’Osservatore Romano, criticou na edição desta segunda-feira a revista francesa Temoignage Chrétien por sua defesa do casamento entre homossexuais e assinalou que igualar o casamento entre um homem e uma mulher com o de duas pessoas do mesmo sexo significa atingir um dos pilares básicos da sociedade.

A informação é do sítio espanhol Religión Digital, 18-12-2012. A tradução é do Cepat.

Em um artigo duro, o vespertino da Santa Sé “lamenta” que a revista francesa tenha defendido “incondicionalmente o ‘casamento’” gay e que o tenha feito acusando de homófobos todos aqueles que se opõem a essas uniões.

O casamento – acrescenta o jornal – “não é apenas, como escreve a Temoignage Chrétien, um contrato como muitos outros, que pode funcionar ou não, mas a união institucional que está na base da família, nascida para proteger e garantir o nascimento dos filhos”.

A partir do momento em que um casal homossexual não prevê isto, acrescenta, trata-se de uma realidade diferente. Segundo o jornal, a “utopia” da igualdade, “que tantos prejuízos causou no século passado, apresenta-se sob uma nova fachada, pedindo para declarar iguais vínculos que não o são”.

“Dizer que o casamento entre uma mulher e um homem é igual àquele entre dois homossexuais constitui uma negação da verdade que afeta uma das estruturas básicas da sociedade humana, a família. Não se pode fundar uma sociedade sobre essa base sem pagar depois um alto preço”, destaca.

No artigo, assinado pela editorialista Lucetta Scaraffia, se arremete também contra a adoção por parte de casais do mesmo sexo, pois, argumenta, essas crianças, já privadas de seus pais biológicos, veem-se depois “obrigados a viver em condições que não oferecem nem sequer a simulação de uma família natural”.

Assim mesmo, critica o fato de que muitos casais gays, “desejosos de ter um filho de seu próprio sangue”, estejam propiciando “novas formas de exploração, como a compra e a venda de gametas e úteros de aluguel”.

O jornal destaca que psicólogos e linguistas estão advertindo a sociedade sobre o perigo de esvaziar de significado o próprio conceito de família, “que não se pode estirar tanto sem que se rompa, e o mesmo ocorre para a definição de mãe e de pai”.

“Ser católico é muito mais que abraçar posições culturais de moda e os responsáveis pela Temoignage Chrétien, apesar de sua defesa das uniões homossexuais, sabem bem disso”, ressalta o jornal vaticano.

Veja também: Casamento para todos, um avanço humano

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

L’Osservatore Romano critica revista católica francesa por defender o casamento gay - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV