Breves do Facebook. TVs católicas reunidas com Bolsonaro. Alguns comentários

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Eu fui nomeado o quê? Um carnaval” – a surpresa de um padre de 80 anos

    LER MAIS
  • Papa Francisco: “O que o Evangelho nos pede é ser povo de Deus, não elite de Deus”

    LER MAIS
  • “Não gosto da roupagem que colocam em nós cardeais, é cara e de príncipe”. Entrevista com o novo cardeal mexicano Felipe Arizmendi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


08 Junho 2020

 

Fernando Altemeyer Junior

O que algumas poucas redes católicas fizeram junto do Bolsovírus foi ultrajante, indecente e imoral.

 

Fernando Altemeyer Junior

A Igreja Católica lutando para evangelizar e parte das TVs católicas vendendo-se por 30 moedas. Contradição. Vergonha.

 

Fernando Altemeyer Junior

 

Fernando Altemeyer Junior

Nós ajudamos a construir a REDE Vida para ser o canal da família e não das milícias e de um governo perverso.

 

Fernando Altemeyer Junior

E pensar que dom Luciano quis uma televisão católica que não fizesse nem mostrasse indecências.

Triste fim daquela Rede Vida.

 

Fernando Altemeyer Junior

A presença de padre Manzotti na reunião da barganha por dinheiro sujo é uma grave ofensa à Igreja viva do Paraná.

 

Massimo Ramundo

"A CNBB acabou sendo pressionada e então se pronunciou de um modo forte. Mas a "barganha" já vinha sendo feita. Em sentido contrário ao caminho da Igreja, que defende a vida, os direitos e o bem comum.

Vale a pena ler esta breve reflexão do teólogo prof. Dr. Cesar Kuzma".

 

Maria Cecilia Domezi

"Sobre as barganhas midiáticas por padres católicos, segue brilhante reflexão do teólogo amigo, Prof. Dr. Cesar Kuzma.

“Sobre os padres midiáticos que tentaram "barganhar" com o Bolsonaro, oferecendo a estrutura de suas TVs Católicas para que ele divulgasse suas ideias (Fakes, ódio, violência e morte), em troca de recursos e mais espaço de mídia, traindo o Evangelho por 30 moedas, como estão falando por aí, gostaria de dizer apenas uma coisa, a partir de um dito do próprio Jesus, presente no Evangelho de Mateus:

"... fariseus, hipócritas! Sois semelhantes a sepulcros caiados, que por fora parecem bonitos, mas por dentro estão cheios de ossos de mortos e de toda podridão. [...] por fora pareceis justos aos homens, mas por dentro estão cheios de hipocrisia e de iniquidade" (Mt 23,27-28).

Sobre este episódio, todo o capítulo 23 de Mateus deveria ser lido, cabe por inteiro.

Lamentável, vergonhoso. Isso já havia sido divulgado há alguns dias, e para alguns dos que apareceram neste vídeo, esta não era a primeira live com o presidente. Vale dizer que alguns bloqueiros católicos, desta mesma linha, foram alvos de ações da PF na semana passada, acusados de espalhar Fake News. Mas, sobre esta "barganha" para as TVs Católicas, neste sábado, o episódio apareceu com destaque em um grande veículo de comunicação, com vídeos e falas que comprovam, e isso incomodou a muitos, mexeu com as pessoas e obrigou a CNBB a rebater este acontecimento, dizendo que eles não representam a instituição, agiram por interesses próprios e que a pauta que pedem e o modo que pedem vai em sentido contrário ao que a Igreja espera e pensa, que é em ser a favor da vida, dos direitos e do bem comum. A nota da CNBB também é forte, ao contestar os padres e leigos católicos midiáticos que participaram deste evento e dizer que se viu surpreendida e que ela, a Igreja Católica, não faz barganha.

Pena que não fizeram desde o começo, pois esta notícia e estes fatos já estavam sendo veiculados há vários dias. A diferença é que hoje saiu em primeira página e em um jornal de grande circulação. Acredito que a CNBB fez bem em agir rápido no dia de hoje, mas agiu em resposta. Diante de tantos acontecimentos recentes no Brasil que avançam contra a vida de milhares de pessoas, diante da perda de direitos, do enfraquecimento da democracia, do aumento da pobreza, de tudo o que nos pede o Papa Francisco, diante do avanço da Covid-19 que tem ceifado milhares de vida no Brasil, faz-se necessário uma Igreja que exerça mais o seu profetismo, de modo mais protagonista, que chame a responsabilidade, se unindo a outras Igrejas e Instituições, e isso pela mão dos fiéis e de organismos institucionais, como a CNBB e outros, que têm um histórico de defesa das grandes causas humanas e sociais e que sempre atuaram como um elemento de força para a garantia da democracia no Brasil.

Não podemos nos acovardar e estes padres e leigos midiáticos que foram rotulados hoje, não são os únicos que apoiam e que tentam barganhar com este governo. Isso vem desde a eleição de 2018, quando dentro de Cúrias Metropolitanas e Igrejas se faziam sinais de armas e, mesmo contrariando as orientações da CNBB, um número grande de ministros católicos declarou abertamente apoio a esta candidatura. Não vejo como algo ruim que um ministro religioso ou um fiel exerça a sua cidadania e manifeste as razões de seu voto, o problema se dá quando isso é feito na incoerência do discurso, optando por um candidato que durante toda a sua vida pública favoreceu um discurso de violência e de morte. Ele nunca escondeu a sua face, e parece que alguns também não escondem, e seguem apoiando, e seguem incendiando a sociedade, ainda mais diante da grave crise humana, econômica e de saúde que estamos vivendo.

Por esta razão escolhi este texto de Mateus, pois ele cabe bem no rosto dos envolvidos, seja pela hipocrisia, seja pela falsa aparência piedosa que demonstram ter, seja pelas mortes causadas pela irresponsabilidade, que agora eles passam a compartilhar e a carregar.

Serão punidos? Serão afastados? Serão condenados e retirados de sua função?... Com certeza, não. A vergonha fica para nós. Eles nunca se esconderam e sempre se manifestaram desta forma. Por certo, estarão celebrando no dia seguinte, e assim seguirão. Se não mudarmos esta estrutura, este modo de entender a Igreja, fatos como este irão se repetir, bem como outros escândalos. O Evangelho se serve da estrutura, mas não pode servir a esta. Se a estrutura está corrompida, troca-se a estrutura e deixa que o Espírito possa agir.

Que tudo isso nos purifique!"

Cesar Kuzma

 

Fernando Altemeyer Junior

Pequeno recado de Santo Agostinho para padre Manzotti, Rede Vida, Canção Nova e TV Pai eterno. Narcisismo não é fé cristã. É doença e grave desvio ideológico. É preciso escolher: ou Jesus ou Pilatos.

 

 

 

 

 

Fernando Altemeyer Junior 

Canção NOVA e Rede VIDA com papel esquizofrênico. Falam contra o aborto mas andam com perversos por dinheiro. 

 

Fernando Altemeyer Junior

A presença da Rede Vida na reunião da barganha por dinheiro sujo é uma ofensa à Igreja e à memória de dom Luciano Mendes.

 

Fernando Altemeyer Junior 

A presença da TV Pai Eterno na reunião da barganha por dinheiro sujo é grave ofensa à Igreja e à fé dos romeiros do Divino.

 

Fernando Altemeyer Junior

A presença da Canção Nova na reunião da barganha por dinheiro sujo é coerente com as alianças ideológicas da ultra-direita.

 

Veja também, sobre o mesmo tema, Frases do Dia.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Breves do Facebook. TVs católicas reunidas com Bolsonaro. Alguns comentários - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV