Emergência Climática – Estudo sugere que as mudanças climáticas podem causar seca em áreas de cultivo de trigo

Revista ihu on-line

Caetano Veloso. Arte, política e poética da diversidade

Edição: 549

Leia mais

Mulheres na pandemia. A complexa teia de desigualdades e o desafio de sobreviver ao caos

Edição: 548

Leia mais

Clarice Lispector. Uma literatura encravada na mística

Edição: 547

Leia mais

Mais Lidos

  • COP26, estrada difícil: aqui estão os documentos que comprovam a resistência aos empenhos climáticos

    LER MAIS
  • Os três movimentos de Francisco

    LER MAIS
  • Papa Francisco mira na imprensa e cultura da “pós-verdade” em discurso aos movimentos populares

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


28 Setembro 2019

Em um novo estudo, os pesquisadores descobriram que, a menos que sejam tomadas medidas para mitigar a mudança climática, até 60% das áreas atuais de cultivo de trigo em todo o mundo poderão ver secas simultâneas, severas e prolongadas até o final do século. O trigo é a maior colheita alimentada pela chuva do mundo em termos de área colhida e fornece cerca de 20% de todas as calorias consumidas pelos seres humanos.

A reportagem é de Bob Whitby, publicada por EcoDebate, 27-09-2019. A tradução e a edição são de Henrique Cortez.

O risco de seca generalizada nas áreas de produção de trigo é quatro vezes maior do que os cientistas vêem hoje, disse Song Feng, professor associado de geociências e segundo autor do estudo publicado na revista Science Advances . Tais secas seriam um choque para o sistema de produção de alimentos.

“Se apenas um país ou região vê uma seca, há menos impacto”, disse Feng. “Mas se várias regiões são afetadas simultaneamente, isso pode afetar a produção global e os preços dos alimentos, além de levar à insegurança alimentar”.

Para o estudo, Feng e colegas analisaram 27 modelos climáticos, cada um com três cenários diferentes. “Foram terabytes de informação e levou alguns meses e vários computadores para funcionar”, disse ele. Feng e Miroslav Trnka, professor do Global Change Research Institute na República Tcheca e primeiro autor do estudo, tiveram a ideia do estudo sobre pizza em uma conferência em Nebraska. Eles esboçaram as idéias iniciais do estudo nas costas de um guardanapo.

O estudo constatou que, historicamente, a área total afetada por secas severas em todo o mundo e os preços dos alimentos estão intimamente relacionados. Uma seca mais generalizada significou um aumento dos preços dos alimentos no passado.

Dados os padrões climáticos atuais, a seca severa pode afetar até 15% das áreas atuais de cultivo de trigo, afirma o estudo. Os pesquisadores descobriram que, mesmo que o aquecimento global seja mantido a 2 graus Celsius acima dos níveis pré-industriais, a meta do Acordo de Paris, até 30% das áreas globais de produção de trigo podem sofrer secas simultâneas.

“Isso sugere claramente que o aquecimento global afetará a produção de alimentos”, disse Feng.

Referência:

Mitigation efforts will not fully alleviate the increase in water scarcity occurrence probability in wheat-producing areas

BY MIROSLAV TRNKA, SONG FENG, MIKHAIL A. SEMENOV, JØRGEN E. OLESEN, KURT CHRISTIAN KERSEBAUM, REIMUND P. RÖTTER, DANIELA SEMERÁDOVÁ, KAREL KLEM, WEI HUANG, MARGARITA RUIZ-RAMOS, PETR HLAVINKA, JAN MEITNER, JAN BALEK, PETR HAVLÍK, ULF BÜNTGEN

SCIENCE ADVANCES25 SEP 2019 : EAAU2406

Vol. 5, no. 9, eaau2406

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Emergência Climática – Estudo sugere que as mudanças climáticas podem causar seca em áreas de cultivo de trigo - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV