40 dias pelo Rio: Navegando juntos a boa nova de Deus a caminho do Sínodo Amazônico - 29º dia

Foto: CNBB

24 Setembro 2019


 

 

Dia 29 de Navegação - 24 de Setembro
Petição permanente para o Sínodo Amazônico no início de cada dia:

“Que o Deus da vida e da beleza, o Espírito Santo que nos impulsiona para mais fraternidade, unidade e dignidade, o Cristo encarnado da Boa Nova, da inculturação e da interculturalidade nos proporcionem serenidade, discernimento e coragem para encontrar novos caminhos para a Igreja e para uma ecologia integral neste Sínodo Amazônico. Tudo isso para o bem e a vida de seus povos e comunidades, e para caminhar mais juntos pelo Reino”.

Medite por alguns momentos neste pedido inicial, busque a calma interior para entrar neste momento para navegar pelas águas da Amazônia e a vida da Igreja a serviço de seus povos e comunidades, e para ouvir o chamado de Deus através de sua palavra viva. 

Leitura do dia (cada um e cada uma são convidados a aprofundar a leitura completa de acordo com suas próprias necessidades e critérios):

“Sua mãe e seus irmãos vieram ter com ele, mas não podiam se aproximar, por causa da multidão. Alguém lhe comunicou: “Tua mãe e teus irmãos estão lá fora e querem te ver”. Ele respondeu: “Minha mãe e meus irmãos são estes: os que ouvem a Palavra de Deus e a põem em prática”. Lucas 8, 19-21.

Reflexão sob a perspectiva do Sínodo Amazônico: A Amazônia e seus povos não são perfeitos, certamente não são a medida de todas as coisas, mas definitivamente ao contemplar as catástrofes atuais causadas em grande parte por nosso modelo predominante de "desenvolvimento" acumulador, descartador que não respeita ou reconhece rostos concretos ou identidades, e onde a lei dos mais fortes (ou o mais aproveitador) é vivida, nos sentimos profundamente chamados a olhar para este território e para quem mora lá, sem idealizar, tirar nossas sandálias e aprender com eles outras maneiras de se relacionar com seu ambiente. Jesus nos pede na leitura de hoje que reconheçamos um novo tipo de fraternidade e que criem laços de fraternidade com todos aqueles que, por uma opção de vida sincera, buscam o bem comum e outro futuro menos desigual, e aí, nessa base, criam um significado de ser família A grande novidade deste Sínodo é que ele reconhece um território, além das estruturas político-administrativas ou mesmo eclesiais tradicionais, da vida que se conecta (noção de bioma ou sistema de vida interconectado) e, portanto, ao verificar a fragilidade de nossos laços como sociedade atual, esse território nos chama a enriquecer o que não tem sido uma fonte de vida plena para todos, como Jesus pede e pelo que ele lutou. Trata-se de colocar o novo vinho em odres novos, para que façamos a tentativa genuína de ser mais irmãos e irmãs com todos aqueles que ouvem a mensagem de Deus e a colocam em prática, superando as muitas divisões que hoje nos dominam.

 

Contemplação

Contemplemos a imagem deste dia e tomemos um momento para reconhecer nossa própria vida e experiência na Igreja e ao serviço da Amazônia para pedir luz nesta palavra de Deus em preparação para o Sínodo. Escrever meus pedidos particulares e permanecer neles durante este dia. Convidamos você a manter um registro de tudo o que o Espírito nos provoca como preparação interior para o Sínodo AMAZÔNICO.

 

Citação para fechar a meditação

Missa sobre o mundo. Teilhard de Chardin: Na jornada que começa, Senhor, Vós acabais de descer. Pelos mesmos acontecimentos que estão se preparando para nascer, todos nós acolhemos a infinita diversidade na graduação de sua Presença! Especificamente, Vós estareis presente um pouco, muito, progressivamente ou de modo nenhum em idênticas circunstâncias que terão que comprometer a mim e a meus irmãos (...) para que em toda criatura eu descubra e sinta você, Senhor, faça que eu acredite.

 

Leia mais

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV