Cáritas: precisamos de novos métodos para combater as mudanças climáticas

Revista ihu on-line

Vilém Flusser. A possibilidade de novos humanismos

Edição: 542

Leia mais

Planos de saúde e o SUS. Uma relação predatória

Edição: 541

Leia mais

Hans Jonas. 40 anos de O princípio responsabilidade

Edição: 540

Leia mais

Mais Lidos

  • Bispo brasileiro diz que ordenará mulheres ao diaconato se papa permitir

    LER MAIS
  • Príncipe Charles e Bolsonaro: as duas faces da “diplomacia” dos santos

    LER MAIS
  • “Não dá para ser uma Igreja de decisões tomadas apenas por homens”. Entrevista com o Cardeal Hollerich, jesuíta

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

27 Maio 2019

A Caritas Internationalis, uma das maiores organizações de ajuda e desenvolvimento do mundo, está realizando a sua 21ª assembleia geral em Roma, de 23 a 28 de maio. Ela está focada no tema “Uma família humana, uma casa comum” e tem como objetivo lançar um forte apelo a suas organizações membros a trabalharem juntas para enfrentar a escala sem precedentes de dificuldades enfrentadas pela humanidade no século XXI, incluindo a ameaça das mudanças climáticas.

A reportagem é de Gerard O’Connell, publicada por America, 23-05-2019. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Em uma coletiva de imprensa antes da abertura da assembleia, o cardeal Luis Antonio Tagle, que foi eleito presidente na última assembleia geral há quatro anos e será reconfirmado presidente para mais um mandato, lembrou que o trabalho da Cáritas se baseia nos ensinamentos do Evangelho e dos papas recentes, na doutrina social da Igreja e no ensinamento e na espiritualidade da encíclica ambiental do Papa Francisco, Laudato si’, publicada há quatro anos. Ele disse que o papa deu uma nova inspiração ao trabalho das instituições caritativas católicas, tornando a situação dos pobres uma prioridade do seu pontificado.

Michel Roy, secretário-geral francês da Caritas Internationalis, terminará este ano o seu segundo mandato. Ele disse que esta assembleia geral incluirá uma revisão de uma estrutura estratégica para a Cáritas, pois ela enfrenta a “necessidade urgente de uma mudança no modelo de desenvolvimento” para garantir a sobrevivência da humanidade em tempos de mudanças climáticas.

Ele lembrou que a Caritas Internationalis, uma confederação de cerca de 160 agências católicas nacionais, tradicionalmente tem procurado fornecer ajuda a pessoas em situações de crise, como desastres naturais, e promover o desenvolvimento através de projetos em países em dificuldade em todo o mundo. Mas hoje, observou, a Cáritas está sendo cada vez mais chamada a ajudar nos desafios provocados pelas mudanças climáticas. “A nossa produção de alimentos está em risco”, como resultado do impacto das mudanças climáticas, disse ele, e as necessidades humanitárias estão crescendo.

O cardeal Tagle disse que o impacto negativo das mudanças climáticas é evidente hoje nas Filipinas, que não experimenta mais estações secas e chuvosas confiáveis. Ele falou sobre as dramáticas mudanças no clima e as “rupturas” da vida como eram experimentadas no passado. Ele observou que a riqueza está sendo criada, mas ao mesmo tempo muitas pessoas estão se tornando mais pobres, e a classe média está encolhendo.

As pessoas estão ficando irritadas, disse, e os políticos populistas estão se apresentando como “messias” e oferecendo soluções que, no fim, não resolvem os desafios fundamentais da pobreza, a crise climática e a migração em massa.

Ele disse: “O grande número de pessoas deslocadas, a disseminação de conflitos e o desastre ambiental que está se tornando cada vez mais evidente ameaçam nos oprimir, a menos que ajamos urgentemente juntos contra esses problemas como uma família em uma única casa”.

Na Cáritas, disse, “somos movidos por nossa crença coletiva de que somos parte de uma única família, compartilhando uma casa comum”. Ele lembrou que seus membros se reúnem a cada quatro anos e ressaltou que, neste ano, os 450 delegados se engajarão em um processo que busca mapear o caminho pela frente da organização.

O cardeal filipino chamou a atenção para o fato de que um número recorde de delegados está participando da assembleia geral deste ano. Eles vieram de 150 organizações membros em muitos países do mundo, incluindo, pela primeira vez, da China e dos Emirados Árabes Unidos.

Elas vão se reunir em torno de 50 mesas e discutir sobre como podem trabalhar juntas e não apenas como organizações individuais. Ele observou que vários governos fornecem fundos para a Cáritas, mas disse que alguns querem exercer um controle mais direto sobre como essa ajuda é usada. Isso torna mais difícil para as organizações da Cáritas “trabalhar juntas com outras organizações membros”.

Maria José Alexander, a diretora mexicana da Cáritas na Somália e a diretora mais jovem de uma organização nacional da Cáritas, enfatizou a importância de que os jovens e as mulheres tenham uma grande participação nos órgãos de decisão da organização.

A assembleia geral deste ano elegerá um novo secretário geral, e todos os delegados terão uma audiência privada com o Papa Francisco no fim dos seus trabalhos.

Em uma missa de abertura da assembleia, o Papa Francisco disse que a caridade da Igreja Católica deve nascer da oração diante do “sacrário fixo” de Jesus na Eucaristia e dos “sacrários móveis” de Cristo nos pobres e necessitados.

Reunidos no Altar da Cátedra na Basílica de São Pedro, o Papa Francisco disse aos representantes das maiores agências de ajuda e desenvolvimento, como a Catholic Relief Services dos Estados Unidos, e das agências menores, como a Cáritas Bangladesh, que eles devem seguir as inspirações do Espírito Santo e evitar a tentação do “eficientismo” e de “prestar culto a nós mesmos e à nossa bravura”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cáritas: precisamos de novos métodos para combater as mudanças climáticas - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV