EUA e os abusos. Sete dias de retiro para bispos com o padre Cantalamessa

Revista ihu on-line

Veganismo. Por uma outra relação com a vida no e do planeta

Edição: 532

Leia mais

Etty Hillesum - O colorido do amor no cinza da Shoá

Edição: 531

Leia mais

Missões jesuíticas. Mundos que se revelam e se transformam

Edição: 530

Leia mais

Mais Lidos

  • Presidente do Bradesco enquadra Bolsonaro: não está entregando o combinado

    LER MAIS
  • A Igreja precisa discutir seriamente o celibato, o papel das mulheres e a moral sexual, afirma Cardeal Marx

    LER MAIS
  • As tranças de Greta e a encíclica do Papa Francisco

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

24 Outubro 2018

A convite do Papa Francisco, a Conferência Episcopal anunciou a Semana de oração e reflexão de 2 a 8 de janeiro, em Chicago. O pregador da Casa Pontifícia orientará o retiro.

A reportagem é de Andrea Tornielli, publicada por Vatican Insider, 23-10-2018. A tradução é de Graziela Wolfart.

Sete dias de oração e reflexão, de 2 a 8 de janeiro de 2019, guiados pelo pregador da Casa Pontifícia, o frei capuchinho Raniero Cantalamessa. É um retiro espiritual, a convite do Papa Francisco, ao qual foram chamados todos os pastores dos Estados Unidos, devido à crise que vive a Igreja estadunidense pelos escândalos dos abusos sexuais de menores.

A notícia foi comunicada hoje ao meio-dia em Washington (seis da tarde em Roma) pela Presidência do episcopado estadunidense. “A convite do Papa Francisco, os bispos dos Estados Unidos – afirma o comunicado – se reunirão para um retiro espiritual que acontecerá no Seminário Mundelein da arquidiocese de Chicago. Os bispos se reunirão em oração e unidade por sete dias, de 2 a 8 de janeiro, como irmãos no episcopado”.

“O Papa gentilmente ofereceu o pregador da Casa Pontifícia, o padre Raniero Cantalamessa O.F.M., para o serviço de diretor do retiro – indicou o cardeal Daniel Di Nardo, arcebispo de Galveston-Houston e presidente da Conferência Episcopal dos Estados Unidos – e por isto lhe sou grato. Agradeço também ao cardeal Blase Cupich por seu gentil oferecimento para utilizar o campus do Seminário Mundelein como local para este retiro”.

O anúncio chegou depois do encontro entre o cardeal Di Nardo e o Papa no início deste mês. “O retiro acontecerá enquanto os bispos estadunidenses continuam com seu esforço para enfrentar a atual crise dos abusos sexuais. Em setembro deste ano, o Comitê administrativo da Conferência Episcopal anunciou um plano de ação que inclui um mecanismo de denúncia por parte de terceiros, normas de conduta para os bispos e protocolos para os bispos que renunciam ou são suspensos por causa dos abusos”.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

EUA e os abusos. Sete dias de retiro para bispos com o padre Cantalamessa - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV