A defesa da Amazônia está entre as preocupações do Papa na Colômbia

Revista ihu on-line

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Ontologias Anarquistas. Um pensamento para além do cânone

Edição: 543

Leia mais

Mais Lidos

  • ‘Cultura do descarte e do ódio’ de governantes atuais lembra Hitler, confessa papa Francisco

    LER MAIS
  • O que suponho que Lula deveria dizer. Artigo de Tarso Genro

    LER MAIS
  • Bolívia. Breve reflexão a partir do golpe de Estado de 10 de novembro de 2019

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

05 Setembro 2017

O Papa Francisco pedirá pela defesa da Bacia Amazônica, que abrange sete países, considerada o pulmão do planeta por ser a maior floresta tropical do mundo.

A reportagem é publicada por El Espectador, 02-09-2017. A tradução é de André Langer.

O Papa Francisco vai aproveitar a sua visita desta semana à cidade de Villavicencio, para fazer um apelo em favor da preservação e da proteção da Amazônia, disse, na última sexta-feira, Guzmán Carriquiry, da Pontifícia Comissão para a América Latina.

“O Papa não vai deixar de falar da Amazônia e ainda mais de Villavicencio, de onde tem a vista de Los Llanos e de toda a região amazônica. Os ensinamentos de sua encíclica Laudato Si’ estarão presentes ali”, antecipou à imprensa o professor uruguaio Carriquiry, primeiro leigo a ocupar a vice-presidência de uma comissão pontifícia.

“De um país com tanta biodiversidade, com tanta variedade étnica, olhando para a Amazônia, o Papa olha para toda a América Latina, porque se estende por boa parte dos países latino-americanos e amplia assim seu olhar”, disse.

Francisco, que começa nesta quarta-feira uma visita histórica de quatro dias à Colômbia para impulsionar o processo de paz e reconciliação, pedirá também pela defesa da Bacia Amazônica, que abrange por sete países, considerada o pulmão do planeta por ser a maior floresta tropical do mundo.

O chamado papa ecológico, por sua encíclica de 2015 sobre o meio ambiente, lançou, na última sexta-feira, junto com o patriarca Bartolomeu, um apelo conjunto aos líderes de todo o mundo para que encontrem uma solução para a mudança climática e a deterioração do planeta que afetam, sobretudo, os mais pobres e necessitados.

O dano causado pelo narcotráfico, pela guerrilha, pelos projetos extrativistas, pela monocultura nas florestas tropicais da América Latina foi diversas vezes mencionado pelo papa argentino, preocupado com o que chama de “casa comum”.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

A defesa da Amazônia está entre as preocupações do Papa na Colômbia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV