Cristãos unidos por um mundo aos pedaços. Bispo luterano abre o ano acadêmico na Pontifícia Universidade Gregoriana

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Papa Francisco: “O que o Evangelho nos pede é ser povo de Deus, não elite de Deus”

    LER MAIS
  • “Eu fui nomeado o quê? Um carnaval” – a surpresa de um padre de 80 anos

    LER MAIS
  • “Não gosto da roupagem que colocam em nós cardeais, é cara e de príncipe”. Entrevista com o novo cardeal mexicano Felipe Arizmendi

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


15 Março 2017

A poucas semanas da conclusão do simpósio “Lutero e os sacramentos” e em comemoração aos 500 anos da Reforma, o Dies Academicus da Pontifícia Universidade Gregoriana abordará o tema “Cristãos unidos por um mundo aos pedaços”.

A nota é do sítio Il Sismografo, 14-03-2017. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Depois da reflexão iniciada pelas unidades acadêmicas em sessões separadas, a comunidade universitária se reunirá às 11h na Aula Magna para a lectio magistralis, confiada excepcionalmente este ano a dois conferencistas: o cardeal Kurt Koch, presidente do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos, e o Dr. Karl-Hinrich Manzke, bispo da Igreja Evangélica Luterana de Schaumburg-Lippe, além de responsável pelas relações entre luteranos e católicos na Alemanha.

Tendo-se doutorado em ecumenismo com Wolfahrt Pannenberg, o bispo Manzke é responsável pela pastoral dos policiais estatais, serviço que o levou a acompanhá-los em diversas missões no exterior.

Levando a sério a preparação para a comemoração da Reforma, no ano passado, Manzke decidiu ir a Roma para viver uma experiência de partilha da vida espiritual dos católicos. Durante seis semanas, ele viveu junto com a comunidade dos padres jesuítas da Pontifícia Universidade Gregoriana, estudando a língua italiana e participando da oração comum.

“Ele entrou no nosso ritmo com grande naturalidade e simplicidade”, conta o padre Felix Körner, professor de Teologia do Diálogo Religioso e coordenador do Ateliê Ecumênico da Faculdade de Teologia da Gregoriana.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Cristãos unidos por um mundo aos pedaços. Bispo luterano abre o ano acadêmico na Pontifícia Universidade Gregoriana - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV