Zizek diz que votaria em Trump: “Tenho horror a ele, mas acho a Hillary um perigo real”

Revista ihu on-line

Junho de 2013 – Cinco Anos depois.Demanda de uma radicalização democrática nunca realizada

Edição: 524

Leia mais

A esquerda e a reinvenção da política. Um debate

Edição: 523

Leia mais

A virada profética de Francisco – Uma “Igreja em saída” e os desafios do mundo contemporâneo

Edição: 522

Leia mais

Mais Lidos

  • O quadro dramático do Brasil é denunciado pela Sociedade de Teologia e Ciências da Religião

    LER MAIS
  • Seremos líderes ou escravos da Indústria 4.0?

    LER MAIS
  • Preparando a próxima viagem papal à Argentina

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

08 Novembro 2016

O raciocínio do filósofo esloveno é de que Trump, pelo menos, é a “verdade pura” e que ele pode ajudar a quebrar o pacto social norte-americano. Assista.

O filósofo esloveno Slavoj Zizek, um dos pensadores mais populares da esquerda contemporânea, disse em uma entrevista ao canal americano “Channel 4” que se fosse americano iria votar em Donald Trump.

“Eu tenho horror a ele, mas acho que a Hillary é um perigo real. Por quê? Ela vai tentar construir uma coalizão ‘tudo incluído’. O único ponto que eu concordo com Trump é quando ele fala que Bernie Sanders apoiar Hillary é como se alguém do Occupy Wall Street apoiasse o Lehman Brothers”, afirmou se referindo a um tuíte de Trump em que ele fez esse comentário.

A informação é publicada por Fórum, 07-11-2016.

O raciocínio do filósofo é de que Trump pelo menos é a “verdade pura” e que ele pode ajudar a quebrar o pacto social norte-americano.

“Em todas as sociedades temos uma grande rede de regras que são claras de como a política funciona e como você constrói o consenso. Trump quebra com isso. Se o Trump ganhar, os dois grandes partidos, democratas e republicanos vão ter que retornar às suas bases e repensar eles mesmos, quem sabe alguma coisa pode sair daí”, completou.

Zizek porém ressalta que sabe que as “coisas estão perigosas” e que se Trump ganhar ele pode dar força a grupos de supremacia branca e nomear somente juízes de direita para Suprema Corte dos Estados Unidos.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Zizek diz que votaria em Trump: “Tenho horror a ele, mas acho a Hillary um perigo real” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV