Canção Menina. Mariana Ianelli na oração inter-religiosa desta semana

Foto: Unsplash

15 Mai 2020

Neste espaço se entrelaçam poesia e mística. Por meio de orações de mestres espirituais de diferentes religiões, mergulhamos no Mistério que é a absoluta transcendência e a absoluta proximidade. Este serviço é uma iniciativa feita em parceria com o Prof. Dr. Faustino Teixeira, teólogo, professor e pesquisador do PPG em Ciências da Religião da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG.

 

Canção Menina

Vem! Amanhã começa o mundo...
A primeira luz. O primeiro alento.
O primeiro rosto. O que os outros
Vão dizer? As mil palavras de sempre
Também talvez algumas novas
Mas as palavras, meu amor, as palavras
Ainda nem se formaram: só amanhã
Começa o mundo. A primeira pele.
A primeira lua. O primeiro susto.
O homem que disse, uma vez, sabia:
Nascer é mesmo muito comprido.
Nascer, meu amor, não termina nunca.

 

(Fonte: Mariana Ianelli. Canções Meninas. Porto Alegre: Ardotempo, 2019)

 

Mariana Ianelli (Foto: Reprodução Facebook)

Mariana Ianelli (1979) é poetisa, mestra em Literatura e Crítica Literária pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. É autora de diversas obras, entre elas, Trajetória de antes (1999), Passagens (2003), Fazer silêncio (2005), Almádena (2007),  Treva Alvorada (2010), O amor e depois (2012), todos pela editora Iluminuras. Como ensaísta, é autora de Alberto Pucheu por Mariana Ianelli, da coleção Ciranda da Poesia (ed. UERJ, 2013). Recebeu o Prêmio Fundação Bunge em 2008 e a menção honrosa no Prêmio Casa de las Américas em 2011.

 

Leia mais

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV