EUA. Irmãs abrem Assembleia 2016 da LCWR com ênfase no diálogo contemplativo

Revista ihu on-line

Gênero e violência - Um debate sobre a vulnerabilidade de mulheres e LGBTs

Edição: 507

Leia mais

Os coletivos criminais e o aparato policial. A vida na periferia sob cerco

Edição: 506

Leia mais

Giorgio Agamben e a impossibilidade de salvação da modernidade e da política moderna

Edição: 505

Leia mais

Mais Lidos

  • “O PT não defende a causa da esquerda. Nem a do país”. Entrevista com Ruy Fausto

    LER MAIS
  • O que é a esquerda hoje. Artigo de Atawallpa Oviedo Freire

    LER MAIS
  • “A Reforma Trabalhista é a vitória do Brasil colônia sobre o Brasil do desenvolvimento”

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU

close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

12 Agosto 2016

Na terça-feira à noite, 09-08-2016, a presidente da Conferência de Liderança das Religiosas (Leadership Conference of Women Religious – LCWR) Irmã Marcia Allen, da Congregação de São José, abriu oficialmente a Assembleia Anual 2016 do grupo em Atlanta, no estado da Geórgia.

A reportagem é de Dawn Araujo-Hawkins, publicada por National Catholic Reporter, 10-08-2016. A tradução é de Isaque Gomes Correa.

A coordenação da LCWR organizou o evento deste ano de forma que o diálogo contemplativo seja o tema enfatizado, e a noite de abertura não foi exceção. Depois de um breve exercício contemplativo, a Irmã Catherine Bertrand, da Congregação de Notre Dame, e a Irmã Liz Sweeney, da Congregação de São José, apresentaram o processo de diálogo contemplativo que irá guiar as religiosas nos próximos quatro dias.

Após as palestras na quarta-feira e na quinta-feira, as participantes da LCWR irão se encontrar em “grupos para aprofundamento” de seis pessoas para processar o que ouviram. Além deste diálogo estruturado, uma sala de contemplação estará disponível às irmãs ao longo de toda a assembleia.

“Eu já sinto o Espírito nesta sala como uma luz bem diante de nós”, disse Sweeney em seu discurso. “O Espírito é o encanto que nos trouxe a esta assembleia. O Espírito é o mistério que pede por nosso sim pleno para que possamos ser tocadas e transformadas”.

No que foi, talvez, a parte mais cômica da noite, representantes locais da assembleia subiram ao palco vestidas de pêssegos da Geórgia.

“Não somos pêssegos daqui da Geórgia, somos transplantes de Nova Orleans, Baltimore e Boston”, disse a Irmã Greta Jupiter, da Congregação da Sagrada Família, presidente da LCWR Região 5, antes de acolher as participantes em Atlanta.

Após a recepção por parte das anfitriãs locais, subiu ao palco Dom Wilton D. Gregory, arcebispo de Atlanta, cuja recente nomeação para presidir a força-tarefa para justiça racial da Conferência dos Bispos Católicos dos EUA foi grandemente elogiada.

“Agradeço a vocês, irmãs, por estarem aqui. Mas mais do que estarem aqui em Atlanta, eu vos agradeço pelo testemunho de fé que vocês continuam dando em todo os Estados Unidos e em todo o mundo”, disse Gregory. “Vocês dão à Igreja um rosto suave. E nós precisamos deste rosto suave hoje, talvez mais do que nunca”.

O Pe. Hank Lemoncelli, subsecretário da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e as Sociedades de Vida Apostólica, também se fez presente em Atlanta para entregar uma carta do secretário da citada congregação, Dom José Rodríguez Carballo.

No entanto, antes de ler a carta de Carballo, Lemoncelli tirou um tempo para abordar o fato de que uma série de comunidades religiosas femininas foram convidadas a ir a Roma para dialogar com o Vaticano como decorrência da Visitação Apostólica.

“Se vocês estão entre uma das poucas congregações que foram convidadas a ir Roma, não se preocupem: não fazendo uma Inquisição”, disse ele. “Temos tido vários diálogos; é um diálogo apenas. É simplesmente um esclarecimento de algumas coisas que surgiram no relatório que recebemos. Não há nada a temer”.

A noite terminou com uma sessão de integração no salão de exposições.

A assembleia da LCWR continua até sábado de noite. O sítio Global Sisters Report irá publicar notícias diariamente e pode ser seguido na conta do Twitter: @sistersreport.

Leia mais...

Estudo de caso sobre a relação LCWR/CDF poderia beneficiar toda a Igreja

LCWR e o Vaticano: as relações foram consertadas, não transformadas

Irmã Mary Pellegrino é a nova presidente eleita da LCWR

Cartas a irmãs e convites a Roma continuam um diálogo

Alívio das irmãs americanas com o fim da investigação vaticana

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Instituto Humanitas Unisinos - IHU - EUA. Irmãs abrem Assembleia 2016 da LCWR com ênfase no diálogo contemplativo