Sete propostas de Jair Bolsonaro contrárias ao meio ambiente

Revista ihu on-line

A fagocitose do capital e as possibilidades de uma economia que faz viver e não mata

Edição: 537

Leia mais

Juventudes. Protagonismos, transformações e futuro

Edição: 536

Leia mais

No Brasil das reformas, retrocessos no mundo do trabalho

Edição: 535

Leia mais

Mais Lidos

  • “O problema da esquerda é que está fechada em sua sociologia e nas grandes cidades”. Entrevista com Christophe Guilluy

    LER MAIS
  • Estudo sobre orçamento escancara obsessão de Bolsonaro por cortes em áreas sociais

    LER MAIS
  • Mas Francisco está sozinho, como diz Marco Politi? Um valioso livro de análise do pontificado. De qualquer forma, Francisco deu início a um novo curso na Igreja

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

19 Outubro 2018

"Aderir ao programa de Bolsonaro é assinar a destruição de nossa singela base de sustentabilidade. Os outros programas aptos a vencer são bons? Não. Mas o dele é o pior", afirma Marcelo Kokke, Pós-doutor em Direito Público - Ambiental pela Universidade de Santiago de Compostela - Espanha, Mestre e Doutor pela PUC - Rio e Membro da APRODAB - Professores de Direito Ambiental do Brasil.

Eis o artigo.

Fiz uma análise de todas as propostas e ensaios dos candidatos para o meio ambiente. O tema está sendo ignorado na atual campanha. Não há saúde sem meio ambiente, não há emprego a médio ou longo prazo sem meio ambiente, não há qualidade de vida sem meio ambiente.

Sem dúvidas, a proposta mais aterradora é do candidato Bolsonaro. Não vou colocar apelidos ou referências pejorativas. Acho desrespeitoso com eleitores sérios do candidato. Minha posição é técnica. E se alguém, por opção e não por pressão, pensar na questão ambiental para escolher, já será positivo.

1) O candidato pretende eliminar a base da Lei das Unidades de Conservação.

2) O candidato pretende retirar o Brasil dos poucos tratados internacionais que funcionam no país, inclusive quanto ao aquecimento global.

3) O candidato quer acabar com os órgãos ambientais, serão eles absorvidos pelo Ministério da Agricultura.

4) O candidato pretende retirar o licenciamento ambiental para atividades que degradem o meio ambiente. Serras irão literalmente tombar.

5) O candidato é a favor da expansão irrestrita na Amazônia.

6) O candidato é a favor de concentrar aferições de risco no núcleo econômico. Esqueçam controle de agrotóxicos.

7) O candidato defende o licenciamento automático. Preparem para contexto pior do que aquele do desastre de Mariana.

Não há como pensar em meio ambiente com propostas como estas. Não apoio ou renego por empatia ou antipatia. Minha perspectiva é técnica.

Aderir ao programa de Bolsonaro é assinar a destruição de nossa singela base de sustentabilidade. Os outros programas aptos a vencer são bons? Não. Mas o dele é o pior.

Dentre diversas bases presentes na imprensa, segue uma delas, verbi gratia.

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Sete propostas de Jair Bolsonaro contrárias ao meio ambiente - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV