''Renovando a face da Terra'': luz para as nações

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • “Por favor, taxem-nos”, clama a elite do avanço

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


01 Abril 2015

Em preparação para a Páscoa, os jesuítas da rede Ignatian Solidarity Network (ISN) estão oferecendo uma série de reflexões quaresmais em torno do tema Renewing the face of the Earth (Renovando a face da Terra).

Veja abaixo, na seção "Para ler mais", as outras partes dessa série.

Autores de todo o mundo oferecem breves reflexões a partir de suas experiências de cuidado da criação e das leituras do dia. Essas reflexões diárias examinam a nossa fé e o modo como praticamos o cuidado ambiental.

A Ignatian Solidarity Network (ISN) é uma rede de justiça social que reúne universidades, colégios, paróquias, junto com diversas outras instituições católicas e parceiros seculares. Fundada em 2004, a rede se inspira na espiritualidade de Santo Inácio de Loyola.

A reflexão de hoje foi escrita por Daniel Spotswood, escolástico jesuíta da província de Oregon, nos EUA, atualmente estudando teologia em Bogotá, Colômbia. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Eis o texto.

Na primeira leitura dessa terça-feira (Isaías 49, 1-6), Deus diz a Israel: "Eu te farei luz das nações, para que minha salvação chegue até aos confins da terra".

No mundo de hoje, marcado pelos problemas das mudanças climáticas, os pobres econômicos são uma luz para o resto das nações. Sem as infraestruturas para se recuperarem dos desastres ambientais e, muitas vezes, vivendo em uma relação mais estreita com a terra, os pobres são mais vulneráveis às consequências das mudanças climáticas.

Por exemplo, o derretimento das geleiras tropicais no Peru ameaça as comunidades de montanha, com o perigo da deflagração de inundações. Várias comunidades nativas do Alasca foram deslocadas de suas aldeias devido ao aumento dos níveis do mar.

Aqueles dentre nós que vivem em grandes cidades muitas vezes estão afastados das consequências imediatas das mudanças climáticas. A fim de chamar a atenção para os problemas ambientais, temos que olhar para os pobres que estão experimentando as consequências das mudanças climáticas já agora.

Questões para reflexão

  • O que posso fazer para aumentar a minha consciência do sofrimento que outras pessoas no mundo podem estar passando pelos efeitos das mudanças climáticas?
  • Como eu posso compartilhar esse conhecimento com outras pessoas?

Foto: ShoreZone/Flickr

Leia mais:

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

''Renovando a face da Terra'': luz para as nações - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV