''Renovando a face da Terra.'' Reflexões quaresmais em torno da ecologia

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


close

FECHAR

Enviar o link deste por e-mail a um(a) amigo(a).

Enviar

19 Fevereiro 2015

Em 2015, o Papa Francisco vai lançar uma encíclica muito aguardada sobre o cuidado da criação, com um chamado à luta contra as mudanças climáticas e à proteção da criação de Deus. Em preparação para a encíclica e a Páscoa, os jesuítas da rede Ignatian Solidarity Network (ISN) oferecem uma série de reflexões quaresmais em torno do tema Renewing the face of the Earth (Renovando a face da Terra).

Autores de todo o mundo irão oferecer breves reflexões a partir de suas experiências de cuidado da criação e das leituras do dia. Essas reflexões diárias vão examinar a nossa fé e o modo como praticamos o cuidado ambiental.

Do Dia Mundial da Água até o quinto domingo da Quaresma, passando por questões em torno das mudanças climáticas, esperamos que esta série de reflexões quaresmais aprofunde o nosso compromisso com a nossa fé e a promoção da justiça.

A Ignatian Solidarity Network (ISN) é uma rede de justiça social que reúne universidades, colégios, paróquias, junto com diversas outras instituições católicas e parceiros seculares. Fundada em 2004, a rede se inspira na espiritualidade de Santo Inácio de Loyola.

A reflexão desta Quarta-Feira de Cinzas foi escrita por Andy Alexander, SJ, diretor do Ministério Colaborativo da Creighton University e cofundador do site Online Ministries. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

Nota: A IHU On-Line buscará reproduzir diariamente os textos.

Eis o texto.

A Quarta-Feira de Cinzas é um dia maravilhoso para começar a nossa série sobre justiça ambiental – com as cinzas sobre as nossas testas, sob a forma de uma cruz. Hoje, somos sinais de que viemos da terra e de que voltaremos para a terra. Somos chamados a "converter-nos e crer no Evangelho".

A Quaresma não é uma jornada na tentativa de fazer coisas para agradar a Deus. Em vez disso, queremos utilizar os meios da oração, do jejum, da penitência e da caridade para abrir os nossos corações aos dons de um encontro pessoal renovado que Deus quer nos dar.

Através desta série, pedimos as graças que a 35ª Congregação Geral da Companhia de Jesus chamou de uma "missão de reconciliação", uma conversão a "relações justas com Deus, com os outros e com a criação" (CG 35, Decreto 3, #12).

Hoje, podemos pedir: "Senhor, reorienta todo o meu coração para ti, de novas formas". Peçamos uma consciência e uma compaixão crescentes para com aqueles que sofrem assim como o nosso planeta sofre. Façamos esta jornada com os corações mais sintonizados com aqueles que são mais afetados pelo privilégio, pela ganância, pelo consumo excessivo, pelo abuso da nossa casa comum.

Que esta Quaresma nos mova em direção a uma renovação do espírito – para nos voltarmos ao nosso Senhor com "todo o nosso coração".

Questões para reflexão:

  • A que renovação sou convidado na minha relação com Deus, com os outros, com a criação?
  • O que mais eu poderia fazer na minha oração, nas minhas leituras, nos meus hábitos, no meu trabalho, na minha pregação, na minha luta para expressar a minha reconciliação com a criação?

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

''Renovando a face da Terra.'' Reflexões quaresmais em torno da ecologia - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV