Pentágono: “Putin está pronto para a ameaça nuclear se a guerra continuar”

Mais Lidos

  • Papa Francisco: conservadores assustados com a possível escolha de um jovem bispo progressista para o ex-Santo Ofício

    LER MAIS
  • “Foi ele (Bolsonaro) que matou”, denuncia Davi Kopenawa

    LER MAIS
  • O Papa pede "cuidar das homilias, porque são um desastre" e que não ultrapassem dez minutos

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


Revista ihu on-line

Zooliteratura. A virada animal e vegetal contra o antropocentrismo

Edição: 552

Leia mais

Modernismos. A fratura entre a modernidade artística e social no Brasil

Edição: 551

Leia mais

Metaverso. A experiência humana sob outros horizontes

Edição: 550

Leia mais

21 Março 2022

 

A combinação da resistência ucraniana e das sanções econômicas ameaçará “a capacidade da Rússia de produzir munições guiadas com precisão”, disse um analista em uma audiência parlamentar.

 

A reportagem é da Rai, 18-03-2022. A tradução é de Moisés Sbardelotto.

 

Vladimir Putin poderia recorrer à ameaça nuclear se a guerra na Ucrânia se arrastar por mais tempo. É a última avaliação da Defense Intelligence Agency (Dia), a agência de inteligência do Pentágono.

 

“Como esta guerra e as suas consequências diminuem lentamente a força convencional da Rússia”, Moscou “provavelmente confiará cada vez mais na sua dissuasão nuclear para projetar força sobre o seu público doméstico e sobre o exterior”, afirmou o tenente-general Scott Berrier, chefe da Dia, em uma audiência parlamentar, como relata a Bloomberg.

 

“Uma ocupação prolongada de partes do território ucraniano ameaça enfraquecer o exército russo e reduzir o seu arsenal de armas modernizado, enquanto as sanções econômicas resultantes poderiam causar uma prolongada depressão econômica e um estado de isolamento diplomático”, explicou o alto oficial.

 

A combinação da resistência ucraniana e das sanções econômicas ameaçará “a capacidade da Rússia de produzir munições guiadas com precisão”, continuou.

 

Leia mais

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Pentágono: “Putin está pronto para a ameaça nuclear se a guerra continuar” - Instituto Humanitas Unisinos - IHU