O apelo dos apoiadores de primeira hora de Temer

Revista ihu on-line

Diálogo interconvicções. A multiplicidade no pano da vida

Edição: 546

Leia mais

Cultura Pop. Na dobra do óbvio, a emergência de um mundo complexo

Edição: 545

Leia mais

Revolução 4.0. Novas fronteiras para a vida e a educação

Edição: 544

Leia mais

Mais Lidos

  • Nunca se viu no Brasil um governo tão abençoado pelas igrejas

    LER MAIS
  • Cardeal Hollerich “está aberto” ao sacerdócio das mulheres

    LER MAIS
  • "A REPAM é fazer conectar aquilo que é comum de todos". Entrevista com João Gutemberg Sampaio, novo secretário executivo

    LER MAIS

Newsletter IHU

Fique atualizado das Notícias do Dia, inscreva-se na newsletter do IHU


19 Mai 2016

Em vídeo o pastor Marco Feliciano não poupa elogios ao presidente interino Michel Temer e críticas aos artistas do país. O pastor passeia pela raiva, ironia, contundência e desemboca, é claro, na ignorância de quem não tem a mínima noção da importância da arte e da cultura para um país. Ou saiba, e prefira que não se alastre o senso crítico ou mesmo a leitura crítica.

A informação é de Lourdes Nassif, publicada por Jornal GGN, 19-05-2016.

Ele elogia Temer por sua entrevista no Fantástico, suas escolhas até então, sua coerência, e lhe dá apoio incondicional (não vai pedir nada em troca?) nas próximas medidas que virão. E, com voz mansa do cordeiro pregador, diz que, no entanto, está preocupado. E o está (preocupado) pois parece que algumas pessoas que Temer colocou lá demonstram não ter coragem para fazer o que é necessário.

E o que seria necessário?

Diz que parece que alguns dos empossados parecem não ter forças para encarar "ativistas", encarar "movimentos sociais", encarar "intelectuais e artistas que até ontem foram contrários à vossa excelência". Daí começa o festival de ironia, mandando os intelectuais e artistas tristes com o fechamento do ministério da Cultura, que procurem o ministério do Trabalho, fala para irem procurar o quê fazer e que parem de ficar sugando nas tetas do governo. Feliciano é tão doce para falar verdades tão "verdadeiras". Emociona mesmo. Dá até para entender porque tem tantos clientes em seu ministério da fé.

O pastor deita e rola na crítica aos "descontentes" e é pródigo na pregação, porém poderia colocar na sua lista de "coragens" a derrubada de certas regalias que as igrejas conseguiram com esta "bancada corajosa" de parlamentares-pastores que só pensam em si. A ideia seria bem interessante: derrubar as isenções que as igrejas conseguiram.

Comunicar erro

close

FECHAR

Comunicar erro.

Comunique à redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

O apelo dos apoiadores de primeira hora de Temer - Instituto Humanitas Unisinos - IHU

##CHILD
picture
ASAV
Fechar

Deixe seu Comentário

profile picture
ASAV